Escolhidos para você

36 posts encontrados na tag seriado

O canal norte-americano ABC, que é propriedade da Walt Disney Studios, irá lançar uma nova série ambientada nos contos de fadas da Disney, assim como era com o seriado Once Upon A Time. Inclusive, ambas terão os mesmos criadores: Eddy Kitsis e Adam Horowitz. A trama será contada em forma de antologia e se chamará Epic.

Para quem não lembra ou não chegou a conhecer, Once Upon A Time foi uma série da ABC no qual os personagens eram todos do universo Disney presos no mundo real (o nosso mundo). Ela estreou em 2011 e foi até a sétima temporada, finalizada em 2017. Aqui no Brasil, a série foi um estrondoso sucesso – na CCXP do ano passado, a vinda de Lana Parrilla, intérprete da Rainha Má, foi uma das mais esperadas. E pelo visto, deixou saudades não só para nós, pois a nova Epic promete vir nos mesmos moldes de sua antecessora – que, vale ressaltar, não será tratada como um spin off.

Enquanto Once Upon A Time girava em torno especialmente da história da Branca de Neve, a produção de Epic se concentrará em novas princesas, príncipes, heróis, heroínas e vilões, e promete também criar muitos outros novos personagens. Outra diferença é que, como dito anteriormente, será uma antologia, diferente de Once Upon A Time que era uma narrativa linear (cheia de reviravoltas e flashbacks, mas tudo bem, hehe!). Em outras palavras, os episódios de Epic não necessariamente terão ligação entre si. O roteiro ficará a cargo de Brigette Hales, que também trabalhou com a dupla de criadores em Once Upon A Time.

Informações como data de estreia, início da produção, elenco e quantidade e duração dos episódios ainda não foram divulgadas, mas com certeza podemos esperar uma ótima série de magia e romance – tudo que um fã Disney gosta e merece!

Quando a Fox anunciou o cancelamento da série Brooklyn Nine-Nine após 5 temporadas, a internet foi abaixo.

Apesar da queda de audiência na ultima temporada (média de 2,7 milhões de espectadores contra 2,9 milhões da quarta), vamos combinar que ainda assim, muita gente assistia e gostava da série! Por isso, os fãs iniciaram uma campanha contra o cancelamento da sitcom.

E qual não foi a surpresa quando, 4 dias depois do contrato encerrado pela Fox, a NBC anunciou que é a nova dona dos direitos do seriado e que vai ter 6 temporada sim! De acordo com o novo canal, a sexta temporada deve começar a ser exibida entre janeiro e maio do ano que vem na nova casa.

Se você ainda não começou a assistir Brooklyn Nine-Nine (que em sua primeira temporada em 2014 ganhou o Globo de Ouro de Melhor Série de Televisão de Comédia e Musical), pode conferir as quatro primeiras temporadas que estão disponíveis na Netflix!

Brooklyn Nine-Nine acompanha o dia a dia de uma delegacia de polícia no distrito do Brooklyn, Nova York. O protagonista é Jake Peralta, um detetive que, assim como seus colegas, levam o trabalho a sério de um modo pouco trivial. Tudo muda quando o severo Capitão Raymond Holt entra na delegacia.

Como é bom ver que pessoas unidas na internet podem conseguir coisas legais de vez em quando né?

Eu fiquei super feliz com a noticia! E vocês?

Vocês lembram quando eu falei, nesse post aqui, sobre uma nova série original Netflix que tinha uma pegada Stranger Things chamada Dark? Pois bem, ela já saiu, eu já maratonei e agora vou contar pra vocês o que eu achei da primeira temporada!

Caso vocês não se lembrem, segundo a sinopse, o desaparecimento de duas crianças na pequena cidade alemã de Winden abre um abismo que muda completamente o conceito de tempo. A pergunta não é quem sequestrou as crianças… mas quando.

Vamos por partes… Acho que a primeira coisa a deixar claro aqui é que a série não tem muito a ver com Stranger Things. Ela tem cenas fortes e situações bem complexas que não dá pra qualquer idade assistir. Além disso, você precisa estar familiarizado com termos como Buraco Negro, Buraco Branco e Buraco de Minhoca e mesmo assim vai fritar uns miolinhos pra tentar entender tudo o que esta acontecendo.

Não foi nem uma, nem duas e nem três vezes que eu e minha digníssima demos pause pra discutir alguma cena e tentar entender o que se passava. E a forma como eles conduzem o começo da série não ajuda muito. Os personagens principais e suas famílias são todos introduzidos de uma vez e você fica meio perdido até conseguir identificar quem é filho, tio, irmão e parente de quem.

Mas depois que engrena, meu amigo…. O negócio é bem viciante. A série te prende e você fica tentando adivinhar quem é quem, que não é quem diz que é e quem não pertence ao lugar que está. E esse exercício de tentar entender a série é legal demais. Ela é complexa, mas felizmente, as respostas vão aparecendo ao longo da temporada.

Só tem uma coisa que me deixou um pouquinho decepcionado. Pelo menos ate agora, ninguém revolucionou nada sobre o conceito de tempo. Eles trabalham com viagens no tempo de forma bem tradicional até, dentro do que eu gosto de chamar de tempo cíclico – o mesmo tipo de viagem no tempo que vimos em Harry Potter por exemplo.

Claro que foi só a primeira temporada e muita coisa ainda pode mudar. E eu espero que trabalhem isso nas próximas temporadas. Mas se vocês querem uma boa série de ficção pra assistir, com uma pegada mais adulta e que vai te exigir um pouco de reflexão, Dark tem que estar entre as suas próximas escolhas.

Um detalhe: eu já assisti filmes em alemão e isso não me incomoda. Mas a Bru estava achando muito estranho, então o que fizemos? Deixamos a legenda em Português e mudamos o áudio pra inglês. Então, fica a dica caso a lokale klassische sprache esteja atrapalhando vocês!

Dark já tem os 10 episódios da primeira temporada disponíveis na Netflix e eu super recomendo!

Mais alguém já assistiu?