Escolhidos para você

30 posts encontrados na tag livro

Vitorianas Macabras é um lançamento do novo selo Macabra, da Darkside Books. O livro é uma antologia organizada pela Marcia Heloísa – doutora em Literatura Comparada na Universidade Federal Fluminense (UFF) – e traz 13 histórias de terror e suspense, escritas por autoras Vitorianas. Logo nas primeiras páginas, encontramos uma introdução maravilhosa da própria Marcia, falando um pouquinho sobre o projeto e este período histórico. As autoras reunidas nesta antologia são: Charlotte Riddel, Louisa Baldwin, Edith Nesbit, Violet Hunt, Amelia B. Edwards, Charlotte Bronte, Elizabeth Gaskell, Mary Elizabeth Braddon, Margareth Oliphant, Rhoda Broughton, H.D Everett, Vernon Lee e May Sinclair,.

 

Era Vitoriana foi o período do reinado da rainha Vitória, entre junho de 1838 a janeiro de 1901. Apesar desse período trazer prosperidade para o povo britânico, ele ficou marcado pelo seu conservadorismo. Existiam algumas normas comportamentais que precisavam ser seguidas à risca pelos cidadãos ingleses durante a Era Vitoriana. Desde a forma de se vestir até ao modo de falar e interagir socialmente. Mas este reinado trouxe lucros com a expansão e domínio do Império Britânico. Da mesma forma que teve o surgimento de novas invenções. Então, se por uma lado esse período ficou marcado por rígidos costumes, do outro surgiu a modernização na ciência e economia.

Vitorianas Macabras – A voz feminina na era Vitoriana

Além dos contos, há um material bem interessante no final do livro. Temos uma pequena biografia da rainha do Reino Unido e também um pouquinho da História dessa época. Vamos ver uma Londres obscura, com atrações que faziam sucesso e locais sombrios que mais tarde serviram de inspirações para obras aclamadas. Histórias conhecidas como Whitechapel em meados de 1888, onde um assassino conhecido como Jack, o Estripador, fizera algumas vítimas. Assassinas de bebês, hospícios, casa de ópio e também casas de crueldade.

Entre no site da Darkside Books para ter mais informações sobre o livro Vitorianas Macabras

Fonte: Sai da Minha Lente

 

Eu amo livros de fantasia com elementos de suspense. Changeling foi o meu primeiro contato com a escrita de Victor LaValle e fiquei completamente envolvida com esta leitura. A trama foi bem desenvolvida e me deixou com aquela sensação assustadora de que alguém estava me observando enquanto eu lia.

Sobre a história

Apollo Kagwa tem alguns sonhos estranhos que o assombram desde a infância. Seu pai abandonou a família quando ele ainda era pequeno; apesar da sua mãe fazer tudo o que estava ao seu alcance para suprir essa ausência, esse sentimento de desemparo continuou afetando sua vida até a fase adulta. Quando ainda era criança, encontrou refúgio nos livros e decidiu fazer dessa paixão um negócio chamado Improbabilia. Ele começou a revender edições antigas e isto acabou se tornando a sua profissão.

As coisas começam a mudar quando ele conhece uma bibliotecária chamada Emma e se apaixona por ela. Felizmente o sentimento é recíproco e Apollo comemora quando descobre que a mulher da sua vida estava grávida. Ele se prepara pra oferecer o melhor para o seu filho e se tornar o pai que ele nunca teve. Nas primeiras semanas após o nascimento de Brian a vida parecia perfeita. O casal não podia deixar o trabalho de lado, mas isso não era problema. Apollo carregava Brian para todos os cantos e registrava todos os momentos que passavam juntos.

Algo começa a dar errado

Quando Emma retornou ao seu trabalho, após a licença maternidade, começou a agir de maneira estranha. Sua irmã associou esse comportamento à depressão pós-parto. No entanto, Emma tenta dizer que está bem e jura estar recebendo fotos do seu filho com mensagens de texto de algum desconhecido. Mas quando ela tenta mostrar essas provas para outras pessoas, essa mensagem desparece – como se nunca tivesse existido.

Emma planeja batizar Brian sem avisar Apollo, mas quando ele descobre a sua intenção se recusa e a coloca para fora de casa. Quando ele acorda, percebe que está amarrado. Sem entender o que estava acontecendo, ele se dá conta de que Emma estava matando o bebê. Ao tentar reagir e pedir ajuda, Emma o acerta com um martelo e foge pela janela.

Vale a pena ler?

Vou parar de falar sobre a história para evitar spoilers que comprometam a sua experiência de leitura. E pode acreditar que a informação sobre esta ação de Emma não é nada se comparado o que está por trás desse mistério todo. Changeling me deixou sem palavras! É um livro de terror com fantasia e tem várias referências de contos de fadas.

Apollo tem todas as características que me atraem, é inteligente e faz de tudo para agradar aqueles que ama. Ver o seu esforço para ser um bom pai e viver ao lado do seu filho, momentos que nunca teve quando era criança, é lindo. Só que quando chegamos na parte crítica da história, quando o pior acontece, entendemos os perigos das mídias sociais. Apollo gostava de compartilhar fotos e situações ao lado de Brian, mas não fazia ideia de que a tecnologia se tornaria um inferno na sua vida.

Não posso deixar de citar que gostei das referências usados pelo autor e das duras críticas raciais presentes na obra. É uma história que precisa ser sentida! A verdadeira mágica de Changeling não está nas criaturas que aparecem (trolls, bruxas, pactos), mas sim no amor de um pai que é capaz de fazer de tudo para proteger a sua família.

Apenas leia!
Fonte: Sai da Minha Lente

Se você, assim como eu, não pode perder uma oportunidade de comprar um livro EDIÇÃO ILUSTRADA, prepare seu bolso desde já, pois, a edição ilustrada de Harry Potter e o Cálice de Fogo já tem data de lançamento prevista para a versão em inglês e já estamos especulando quanto tempo ele vai levar para chegar em terrar tupiniquins!

Foto por Clayci

Eu sempre fui amante de livros em edições ilustradas! Sou SIMPLESMENTE apaixonada pelas versões ilustradas dos livros do Dan Brown. Tendo levados meses de idas a diversos sebos para achar alguns mais antigos, quando me pus a ter todos na minha estante!

O papel nobre, a capa dura, o tamanhão enorme deles, enfim, todo o conjunto faz das edições ilustradas um objeto de cobiça para muitos leitores. Com Harry Potter, obviamente, não tinha como ser diferente!

Foto por Clayci

Desde o anúncio da edição ilustrada de Pedra Filosofal, houve um pequeno frisson entre os apaixonados por essas versões especiais sobre o estilo das ilustrações da saga tão amada. Ao meu ver o ilustrador Jim Kay não deixou absolutamente nada a desejar ao levar para o papel o que antes estava apenas em nosso imaginário ou nas telas do cinema. Suas linhas suaves e a forma como trabalha as cores, permitem que mesmo em desenhos não muito realistas, as expressões dos personagens sejam sempre muito coerentes e que os cenários sejam sempre muito bem elaborados e detalhistas.

Foto por Clayci

Ao ler uma das edições ilustradas por Kay você se pega lendo partes da história e admirando as ilustrações que permeiam as páginas, comparando com as suas lembranças das imagens mentais que você formou ao ler os livros pela primeira vez, e é sensacional como podemos notar um carinho da parte dele com o nosso bruxinho! Ele afirmou, em entrevista, que ele possui dezenas de esboços que nunca viraram ilustrações e que a editora deu a ele total liberdade para ler e reler os livros e analisar quais ilustrações caberiam na narrativa, por isso, o trabalho é tão demorado!

Foto por Clayci

Kay claramente fez muito mais do que ilustrar cenas passadas para ele em um briefing! Nota-se um processo de construção da importância de cada ilustração muito grande, uma coerência na escolha dos momentos ilustrados e das paletas de cor usadas! Esse carinho de fã é o que mais me encanta no trabalho de ilustração de Jim Klay com a saga Harry Potter! s2

Foto por Clayci

Harry Potter e o Cálice de Fogo, desde o princípio, prometia ser um desafio maior do que seus antecessores, pois, como todos sabemos, tem muito mais páginas do que Prisioneiro de Azkaban (imaginem esse tijolo de capa dura como será? Hahaah), então acredito que com a previsão de que chegará na versão em inglês próximo ao natal desse ano, é provável que eu ganhe um de presente de aniversário no ano que vem em Abril 😉 (notaram o pedido nas entre linhas? Rocco, me nota! hahaha) Eu fico me perguntando quantos galeões vai custar esse pequeno grande tesouro?!?! Provavelmente algo de arrancar nosso coração do peito! Haaha mas a gente sabe que vale a pena, né?

Foto por Clayci

E aí, quem mais está ansioso por mais imagens dessa 4 maravilha do mundo mágico de Harry Potter?
Quem vai me dar um de presente? Haahah
Claro que vocês notaram hoje uma participação especial da linda Clayci Oliveira, com suas fotos maravilhosas, para ilustrar o post, ne? Como não ilustrar todos os posts com as fotos dela, gente? *-*

Beijos e até a próxima!