Escolhidos para você

18 posts encontrados na tag Zelda

Finalmente o tão aguardado dia do lançamento de The Legend of Zelda – Link’s Awakening para Nintendo Switch chegou. Hoje, 20 de setembro, é o dia do lançamento oficial par ao remake do jogo homônimo de Gabme Boy e que também teve uma versão DX para Game Boy Color na década de 90.

Portanto, The Legend of Zelda – Link’s Awakening teve duas remasterizações. Na primeiro o game ganhou cores, uma nova dungeon e foi lançado no GBC. Enquanto que na segunda, para Switch, foi totalmente repaginado, mas manteve a mesma história e desafios. Vejamos a seguir.

Principais mudanças

The Legend of Zelda – Link’s Awakening para Nintendo Switch está totalmente em 3D. Além disso, suas cores e contraste estão maravilhosas, pois conseguem tanto deixar o ambiente vivo ou então assustador e misterioso. A aparência dos gráficos lembra o de uma maquete ou então aqueles cenários de Playmobil, como se fossem bonequinhos. Devo dizer que isso deu uma ar todo especial e carismático a um jogo que por si só já era assim.

Por outro lado, a história, as dungeons e desafios se mantiveram iguais. Mas ainda assim, deram um jeito de inserir novos elementos na gameplay. Um deles é o Chamber Dungeon. Nele você deve ajudar o coveiro Dampé a construir uma dungeon, mas para isso é necessário obter peças de dungeon. Lembra muito um quebra-cabeça.

Antigamente, para usar os itens era preciso ficar trocando-os nos botões. Agora, a espada e o escudo permanecem equipados o tempo todo, assim como pegasus boots e o power bracelet. Mas os demais itens continuam intercambiáveis.

Influência de Breath of The Wild

Parece que algumas coisas de Breath of The Wild, outro game da série, foram utilizadas aqui. Porque agora é possível marcar pins no mapa, bem como rever os principais diálogos numa lista. Fora que as principais áreas ficam com seus nomes bem evidentes na imagem do mapa. Inclusive, ao jogar, você irá notar que as bordas das áreas onde você está ficam com efeito de fade, remetendo à ideia de um sonho.

Outro ponto interessante é que temos o amiibo deste Link. Ele permitirá trazer o Shadow Link para sua Chamber Dungeon, aumentando o desafio da gameplay. Mas como se não bastasse um amiibo, você poderá utilizar outros para liberar algumas chambers. São eles: os amiibos do Link na versão Smash Bros. (original), Young Link e Skyward Sword, Zelda (BOTW) e Bokoblin.

No mais, The Legend of Zelda – Link’s Awakening continua maravilhoso e com sua essência. A mágica de sua época está presente nesta versão e para quem não jogou, será uma linda experiência.

Olá pausadores, essa semana a Nintendo chegou com uma surpresa para os fãs de Mario e Zelda, junto com o seu novo produto: o Nintendo LABO VR. Devo dizer que foi uma surpresa e tanto, pois de fato, ninguém esperava por isso.

A Nintendo, em sua conta oficial no Twitter, anunciou que os jogos de Mario (Super Mario Odyssey) e de Zelda (The Legend of Zelda: Breath of The Wild) receberam em breve uma atualização. Deste modo, o update anunciado trará funcionalidades extras aos jogos, permitindo assim que eles sejam jogáveis com o Nintendo LABO VR.

Tal atualização seria efetuada no dia de lançamento do Nintendo LABO VR.

 

Sem exaltações

Apesar desta notícia ter caído praticamente como uma bomb-omb, é melhor não se empolgar tanto. Digo isto porque a Nintendo ainda está começando a engatinhar na zona do VR, basta ver os kits VR de Nintendo LABO que serão lançados. Tais kits em com um conteúdo um tanto quanto limitado, seja graficamente, funcionalmente e de quantidade de horas de jogo per si.

Há uma séries de fatores (considerável número) que se tem de relevar num VR. Desde a taxa de fps do que se está rodando, até a forma como jogador poderá se utilizar dele.

Os VRs que já estão no mercado há algum tempo ainda possuem grandes dificuldades a serem trabalhadas e outras a serem melhoradas. Logo, temos de ponderar o trabalho que a Nintendo está tendo com o seu LABO VR, e considerar o esforço dela em trazer isto para os seus jogadores.

No meu ver, devemos aproveitar a oportunidade e mostrar que ela pode e deve investir em tal tecnologia, visando o futuro dos games. Afinal, tudo tem de começar de algum lugar e geralmente se começa do menor, de baixo, com coisas simples e testes, e aprimora-se.

Neste primeiro momento, os jogos de Mario e Zelda terão funcionalidades como 3 puzzles de coletar notas musicais e moedas nos reinos de Cap, Seaside e Luncheon Kingdoms. Enquanto isso, em Zelda, será possível ativar a função do VR no meu interno do jogo e ter um outro ângulo de visão do lindo reino de Hyrule.

Os updates (gratuitos) chegarão no Nintendo Switch em 24 de abril.

Olá pausadores, tivemos uma Nintendo Direct com muitas surpresas boas na noite passada e venho comentá-las agora com vocês. Foram 35 minutos de anúncios ( e que anúncios!) para Nintendo Switch. Diversos jogos foram anunciados e mostrados, inclusive com cenas curtas de gameplay.

Destaques

Dentre os principais jogos, Super Mario Maker 2 foi logo de cara mostrado, apresentando um novo layout de edição de fases. Diversos estilos de jogos do Mario, como de costume e previsão de lançamento para Junho de 2019. Enquanto que para quem gosta de puzzles, com temática simples, Box Boy + Box Girl foi anunciado pra Abril.

Super Smash Bros Ultimate desta vez não foi destaque. Tivemos apenas um vislumbre de Joker, o próximo personagem via DLC. E o aviso de que teremos novas funcionalidades, mas tudo muito bem escondido, até abril, quando chega a update  3.0. E o mesmo vale para Captain Toad, que receberá conteúdo grátis e DLC para para o game já lançado ano passado, com novas fases e modo co-op. Na mesma linha, Starlink: Battle for Atlas trará um update com o resto da turma de Starfox.

RPG

Seguimos então com Bloodstained: Ritual of The Night, um game metroidvania com belos gráficos estilo sidescrolling, chegando no próximo inverno. Entramos então no mundo de Dragon Quest e dois games RPG de alto nível que chegarão ao Nintendo Switch. Era um dos mais aguardados para a direct e confirmou as expectativas dos jogadores. Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Ages – definitive edition S vem com um mundo amplo a se explorar, batalhas não randômicas e lindos gráficos ao estilo anime. Disponível nessa primavera.

Agora vamos falar do dino mais amado dos games, Yoshi. Yoshi’s Crafted World trouxe mais informações do jogo e uma demo já disponível. Fui logo baixar e o game está muito bom, me trouxe boas memórias do antigo jogo de SNES. As funcionalidades são bem intuitivas e o cenário conta com diversas coisas secretas, tornando o jogo mais desafiador. Teremos batalhas com bosses e itens a obter através de moedas no jogo. Irá agradar aos novos e antigos gamers.

Fire Emblem

Fire Emblem, que havia sido anunciado para a direct, trouxe uma ampla explanação sobre a história do próximo game. Você inicia como um filho de mercenário, que deixa a gangue para seguir seu próprio caminho. Chegando assim a um monastério que fica localizado no meio do reino, o qual é dividido em 3 regiões dominantes. No monastério ficará responsável por educar e direcionar os estudantes para as casas, que são associadas aos reinos dominantes. Conflitos e alianças estarão em jogo e você terá de lidar com tudo isso e ainda seguir sua própria jornada.

Enfim, tivemos um anúncio próprio para quem tem a conta Nintendo online. Se você for membro do Nintendo online poderá baixar e jogar a mais nova versão de Tetris: Tetris 99. Nele, 99 players se enfrentam simultaneamente, atacando uns aos outros, tentando sobreviver e ser o grande vencedor. Praticamente um Battle Royale de Tetris. E como isso vicia, gente. Você não quer parar até conseguir ser o vencedor.

E mais outro game muito aguardado também teve um pouco de gameplay seguido de demo liberada: Daemon X Machina. O game que utiliza mechas se mostra muito rápido em suas batalhas contra robôs gigantescos e com gráficos cartunescos em cores vivas. Infelizmente ainda não recebeu uma data de lançamento, exceto que é para este ano.

Mas vamos falar de jogo realista.

Muito se fala das capacidades do Nintendo Switch. Mas nesta direct nos foram mostrados GRID Autosport e Hellblade. Ambos estão aparentemente muito lindos na reprodução do game, com imagens de encher os olhos. Principalmente Hellblade, que já ganhou diversos prêmios devido sua qualidade enquanto game. As texturas e luzes estão de fato muito lindas para o Nintendo Switch, e isso mostra que o console tem um potencial real e capaz de rodar muitos outros games. Inclusive, Assassin’s Creed III e Mortal Kombat 11 estão confirmados para o console.

Agora as cerejas do bolo

Para finalizar, a Nintendo trouxe Astral Chain. Um belíssimo e ainda desconhecido jogo carregado de tecnologia e energia astral, voice acting, gráficos de anime, uma equipe de produção de peso nesse novo game de ação que chegará ao final de Agosto.

E por último, mas não menos importante: The Legend of Zelda – Link’s Awakening. O jogo de gameboy chegará ao Switch com um layout 3D todo remodelado, cenas animadas e uma trilha sonora incrível que aparenta ser de fato orquestrada. Só de ver foi de arrepiar e de ouvir a Ballad of The Windfish já comecei a chorar. Um dos primeiros Zeldas que joguei. É muita nostalgia. Esperando ansiosamente o lançamento para ainda este ano.