Escolhidos para você

4 posts encontrados na tag verdade

Quem me acompanha no insta viu que fui no fim de semana assistir Mulher-Maravilha (quem não acompanha, demorou, né? Mas clica aqui pra ir la no meu insta e começar a seguir!). Agora vou contar para vocês o que eu achei do longa da mais famosa heroína da DC! Será que ele é bom mesmo?

Expectativa: era um meio termo bem tenso! Ao mesmo tempo que eu estava querendo muito que esse filme fosse bom pra caramba, a gente vinha de uma onde meio decepcionante da DC… Então eu acreditava que o filme seria bom, mas tinha lá meu pezinho atrás.

Realidade: que filmão da porra! Sério, vai ser difícil encontrar alguém que fale mal de Mulher-Maravilha. É o melhor filme da DC dos cinema atual sem sombra de dúvida nenhuma!

Se você estava preso numa redoma e não faz ideia do que o filme trata, essa é a sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Houve um respeito muito grande com a mitologia da personagem e eu achei que a Diana foi retratada exatamente como deveria. Ela tem um misto de força com inocência que torna impossível para o espectador não se encantar de cara com ela. O longa mostra a princesa das Amazonas se descobrindo do início ao fim e isso é legal porque as surpresas nunca acabam. E conforme ela vai entendendo o mundo e se conhecendo, a gente também vai curtindo essa jornada com ela e se apagando mais e mais.

A DC usou uma formula mais leve que em seus filmes anteriores, com piadas e momentos cômicos bem encaixados, cores mais vivas e cenários deslumbrantes. Fora que a trilha sonora também é boa e você vai sair do cinema cantarolando a música tema da Mulher-Maravilha.

O longa tem alguns momentos clichês, mas até esses momentos parecem se encaixar perfeitamente e viram mais um elogio do que uma crítica. Se você lembrar da época em que o longa se passa e que a nossa heroína nunca viu nada fora da sua ilha, tudo vai fazer muito sentido!

Em resumo, a Mulher-Maravilha simboliza sim todo o poder feminino…. Mas o interessante é que ela não se importa com isso. Ela age naturalmente como se o machismo não existisse (já que para ela não existe mesmo) e só se importa em cumprir sua missão, nem que tenha que correr por um campo cheio de fuzileiros portando só um escudo e um laço.

Pode ir ao cinema esperando cenas épicas e muita diversão! E agradeça a DC por finalmente ter acertado a mão! 9 escudinhos de 10 possíveis!

Alguém mais já assistiu? Foi tudo aquilo que vocês esperavam?

Você gosta de uma boa história de terror não é mesmo? E ai foi assistir American Horror History e nem sabia que a série guarda várias histórias reais de terror!

american_horror_story (1)

Vou te contar aqui as histórias por de trás dessa série que está fazendo muito sucesso!

Primeira Temporada – Casa dos Assassinatos

american_horror_story (2)

Black Dahlia

american_horror_story (3)

Elizabeth Short, ou como era conhecida, Black Dahlia, era uma jovem aspirante a atriz que foi brutalmente assassinada em Los Angeles em 1947. Seu corpo foi separado ao meio e sua boca foi cortada ao melhor estilo coringa. Seu assassino nunca foi encontrado. 

Richard Speck

american_horror_story (4)

O assassinato das duas enfermeiras na famosa Casa dos Assassinados foi inspirado em Richard Speck, que em 1966 invadiu um dormitório feminino, estuprou, e assassinou 8 estudantes de enfermagem.

Segunda Temporada – Hospício

american_horror_story (1)

Betty e Barney Hill

american_horror_story (5)
Kit e Alma foram baseados no casal Betty e Barney Hill, que alegaram que durante uma viagem de carro, começaram a ouvir estranhos sons do lado de fora e então uma forte luz apareceu e eles ficaram inconscientes. Ao se recuperarem eles perceberam que haviam perdido algumas horas, ou seja, tinham sido abduzidos.

Ed Gein

american_horror_story (2)

A decoração da casa do Doutor Oliver Thredsen foi baseada nos itens feitos de pele e ossos humanos encontrados na casa de Ed Gein. Gein acabou confessando que matou 2 mulheres em 1950.

Terceira Temporada – Bruxas

american_horror_story (6)

Delphine Lalaurie
american_horror_story (7)

Interpretada pela incrível Kathy Bates, Lalaurie foi uma socialite dos anos 1800 em Nova Orleans. Devido a um incêndio que se iniciou na sua cozinha, a pericia acabou descobrindo que a terrível mulher torturava e mutilava vários dos seus escravos no porão. Sua casa que ainda existe, dizem ser assombrada até hoje.

O Homem do Machado

american_horror_story (8)

O homem do machado foi inspirado em uma série de assassinatos que aconteceram entre 1918 e 1919 também em Nova Orleans. As vitimas foram mortas à machadadas e o autor nunca foi encontrado.

Quarta Temporada – Freakshow

american_horror_story (9)

O Palhaço Twisty

american_horror_story (10)

John Wayne Gacy se vestia de palhaço para animar festas  em 1972. Conhecido como Pogo, ele estuprou, matou e queimou ao menos 33 jovens meninos até 1978 na sua propriedade em Illinois. 

Schlitze Surtess

american_horror_story (3)

Nascido com microcefalia, Surtess tinha má formação do seu crânio e cérebro.  Conhecido também como Cabeça de alfinete, ele foi a inspiração para Pepper e Salty. Ficou famoso em 1937 pela sua atuação no filme Freaks.

Quinta Temporada – Hotel

american_horror_story (11)

Richard Ramirez

american_horror_story (12) 

Ramirez era conhecido como o Stalker da noite e ocupou temporariamente o último andar do Hotel Cecil em Los Angeles. Durante sua estadia ele matou 13 pessoas, e jogou os corpos em uma vala atrás do Hotel.

H. H. Holmes

american_horror_story (13)

O personagem James March, interpretado por Evan Peters foi inspirado pelo senhor H. H. Holmes, considerado o primeiro Assassino em série dos Estados Unidos. Holmes construiu um Hotel em Chicago em 1886, onde ele carinhosamente apelidou de “Castelo das mortes“. Ele usou esse hotel para confundir e colocar armadilhas para os clientes para matá-los no final.

É minha gente, não é fácil não. Já conhecia todas essas histórias? Se souber de mais alguma, coloca nos comentários que eu quero saber! 

 

Desde que surgiu, a Terra está com os dias contados! Escolha o final apocalíptico que você quiser, a verdade é que cedo ou tarde será impossível viver no nosso velho Planetinha Azul. Então, que tal virar Asgardiano e sair do planeta?

Morar-em-Asgardia1

Não, você não vai virar parente do Thor e nem ganhar um Martelo Mágico que te permita viajar para o espaço. Mas se quiser, pode se inscrever para ganhar a cidadania do primeiro país situado fora da Terra, em pleno espaço sideral! Que tal seria viver em Asgardia?

Morar-em-Asgardia2

Asgardia é um projeto do cientista e empresário Igor Ashrbeyli. Ele quer construir uma estação-satélite para ser lançada na órbita da Terra e passar a ser um país independente. A ideia, por incrível que pareça, tem ganhado forte apoio e a intenção é que a nave seja colocada em órbita entre 2017 e 2018.

Morar-em-Asgardia3

Se você não está botando fé no projeto, saiba que até o presente momento, mais de 550 mil pessoas já se inscreveram para tentar conseguir a dupla cidadania Asgardiana. Isso mesmo, mais de meio milhão de pessoas manifestaram vontade de viver fora da Terra, sendo o Brasil o quarto país com maior número de aplicações!

Morar-em-Asgardia4

A nação usa o slogan de “Paz no Espaço” e tem se mostrado bastante democrática. Bandeira, hino e até os Ministros de Asgardia (o país será governado por um conselho de 12 ministros) serão escolhidos através de consultas populares, feitas na Fã Page do projeto – nesse link aqui.

Morar-em-Asgardia5

Claro que existe um critério na escolha dos futuros cidadãos, mas qualquer pessoa – desde que more em um país que permite a dupla cidadania – pode se inscrever, clicando nesse link aqui.

Alguém aí se interessa em morar no espaço? Vamos virar Asgardianos?