Escolhidos para você

2 posts encontrados na tag vamp

Já que eu comecei falando sobre minha história e citei o meu primeiro contato com os Vampiros, vou explanar um pouco mais sobre a novela que me fez conhecer os mortos vivos. Vamp era sensacional!

Vamp-1

Em 15 de julho de 1991, ás 19h na TV Globo, estreava a novela que logo em seu primeiro capítulo, conseguia chamar a atenção através de uma trama diferente e inovadora. A comédia sobre vampiros misturava suspense e rock para abordar conflitos familiares e dramas típicos da juventude. E com isso, acabou conquistando públicos de todas as idades. Lembram da abertura?

A história se passava na cidade de “Armação dos Anjos”, litoral do rio de Janeiro, e tinha como protagonistas o capitão Jonas Rocha (vivido por Reginaldo Faria), a cantora de rock Natasha (Cláudia Ohana s2) e o chefe dos vampiros conde Vladymir Polanski (Ney Latorraca), também conhecido como Vlad ou Otavinho Freire. Natasha era uma popstar que vendeu sua alma a Vlad para fazer sucesso na carreira como cantora. E o Capitão Rocha era o único que poderia ajuda-la a se livrar da maldição.

Vamp-2

Não vou entrar em detalhes da trama, mas quero citar alguns pontos que foram extremamente marcantes para mim.

•  Rita Lee aparece no início da novela, interpretando ela mesma e depois acabamos descobrindo que ela também é uma vampira!

•  A família Matoso era a melhor da novela! Matoso tinha apenas um canino prolongável e isso era hilário demais! Mary Matoso era meio Bruxa, Matosão um orgulhoso vampiro badboy e o filho mais novo, Matosinho, era a vergonha da família porque era bondoso! xP

Vamp-3

•  Eu amava a Natasha! E não era só eu… O personagem da Claudia Ohana era tão querido que durante as gravações da novela, a atriz não podia sair de casa por conta do assédio dos fãs.

Vamp-4

•  Outro personagem extremamente carismático era o Padre Garotão! Nuno Leal Maia interpretava um bandido que fingia ser padre e dava uns amassos com a personagem Marina (Vera Zimmermann)! Imagina se fosse hoje em dia?

•  Minha personagem preferida no começo da novela, era Ms. Penn Taylor (Vera Holtz) e eu sempre achei que tinha um trocadilho no nome dela com “Pentelho”, sei lá por que.

Vamp-5

•  Quando decidi que não queria mais ser caçador, troquei de personagem preferido para o Gerald Lamas (Guilherme Leme) e torcia pra ele ficar com a Scarleth (Bel Kutner)! xD

•  Achava muito legal eles dormirem em caixões e na época, não ligava para o fato de vampiros poderem ficar acordados de dia… Pelo menos eles não brilhavam! xD

•  Visando atingir o publico infantil – aparentemente com sucesso – a Globo chegou a lançar um álbum de figurinhas da novela. Álbum esse que eu completei e TENHO ATÉ HOJE.

Vamp-6

•  Musicas da trilha sonora como Noite Preta (Vange Leonel), Suga Suga (João Penca e Seus Miquinhos Amestrados) e Chacal Blues (Evandro Mesquita) fazem parte até hoje da minha playlist de musicas nacionais e são tocadas com frequência.

•  A cena que eu lembro como sendo a mais marcante foi a morte do Vlad… Talvez porque eu sabia que a história ia acabar ali…. xP

vamp-7

Enfim, Vamp foi a primeira novela que realmente lembro de ter assistido. E ela foi extremamente marcante ao ponto de me dar uma das minhas maiores paixões de hoje em dia. Claro que a coluna de hoje tem cheiro de nostalgia e me fez mergulhar numa época mágica da minha vida.

Na outra coluna vi muita gente comentando que também assistia e adorava! Por isso me digam, qual a cena que mais marcou vocês?

Não sei se todos aqui sabem, mas eu sou fascinado por vampiros. Claro que eu já gostava do tema muito antes da explosão vampírica em todas as mídias possíveis e imagináveis após o lançamento do filme “Crepúsculo”. Não que eu considere “Crepúsculo” uma história sobre vampiros, está mais para outro ser místico…. xP

Vampiros---Fascinio-1

Deixando a zueira de lado, como eu gosto demais do tema e agora que já passou a modinha, vou procurar escrever semanalmente sobre os temidos e amados caçadores noturnos. Os melhores, os piores, os melhores piores, e tudo que é relevante sobre o assunto. Também vou tentar abranger todos os lugares onde eles aparecem, sejam filmes, seriados, jogos, HQs, livros ou qualquer outra coisa. Hoje, vou apenas contar um pouco sobre o início da minha história vampírica, sem me aprofundar em nenhum tema específico.

Vampiros---Fascinio-2

Acredito que meu fascínio pelos elegantes mortos-vivos (não confundam com zumbis, que não tem nada de elegante) começou a ser construída com a novela “Vamp”. Lembro que na época, estava muito difícil para Mrs Penn Taylor arrumar um caçador confiável, então meio que me recrutei como seu assistente. Logo após os capítulos, lá ia eu pegar galhos de arvore e afiar minhas poderosas estacas. Eu tinha até uma preferida (que provavelmente deveria ser muito mais poderosa e eficiente do que todas as outras…. xP).

Vampiros---Fascinio-3

Depois de matar alguns vampiros imaginários, eu acabei percebendo que estava do lado errado. Era muito mais legal ser o vampiro do que o caçador e a partir de então, eu passei a fazer parte das fileiras dos anjos das trevas.

Vampiros---Fascinio-4

Eu já criei várias histórias sobre vampiros, imaginei diversas origens de personagens, conheci inúmeros mitos sobre a criação deles e já estudei e pesquisei muito sobre o assunto. Tinha até a intenção de escrever um livro sobre, mas depois que o assunto virou moda e milhares de livros foram publicados (inclusive saturando o mercado), eu acabei deixando a ideia de lado.

Vampiros - Fascinio 5

Para vocês terem uma pequena noção, tenho 2 tatuagens. A primeira que fiz foi um morcego no ombro justamente por conta dessa fascinação. No pescoço, ainda uso pendurada minha Ankh (que é uma cruz símbolo de um grupo de vampiros independentes em um RPG) e sempre que alguém me pergunta se eu realmente acredito que vampiros existam, a resposta é essa: “eu não acredito em vampiros! Mas que eles existem, eles existem!”. E disso eu não tenho dúvida! xP

Alguém mais por aqui curte o tema? Qual foi seu primeiro contato com o mundo vampírico?