Escolhidos para você

23 posts encontrados na tag Terror

Faz algum tempo que eu já terminei esse livro, porém sempre me pego pensando nele, então decidi compartilhar o que eu achei desse incrível compilado de casos de Serial Killers. apesar de ser um termo bem recente, começou a ser utilizada apenas nos anos 70, esse tipo de criminoso sempre existiu.

O livro de Harold Schechter é com certeza uma das coletâneas mais completas que eu já tive acesso em português, e o trabalho da Dark Side com o livro deve ser enaltecido, pois o livro é muito bem editado, organizado além de ter a capa dura e com textura. Descobri minha paixão por esse assunto depois de ter visto aquela série “Mind Hunters” da Netflix, que é inclusive muito boa. Comecei a me interessar bem mais pelo assunto de Serial Killers, o que me levou a esse livro.

E olha, é um assunto fascinante, entender como a mente dessas pessoas trabalha e o que levas essas pessoas a cometerem esses tipos de crimes tão horríveis. O livro separa e categoriza de forma bem didática todos os “tipos” de serial killers que temos até hoje (vai que um novo tipo surge não é mesmo) e dentro dessas características conhecemos pessoas do mundo inteiro das mais diversas épocas do mundo. Foi com certeza um trabalho muito bem feito. Da para aprender muito e ter uma leve noção do que se passa na cabeça de um assassino em série.

Apesar de ter 472 páginas, não precisa se acanhar, para quem não gosta muito de livros grandes, ele é cheio de ilustrações, fotos reais de casos e é escrito de uma forma bem fluida e que da vontade cada vez mais de saber sobre essas pessoas tão peculiares. São histórias reais de assassinos reais que pode estar dentro do seu trabalho, dentro da sua comunidade ou mesmo dentro da sua casa.

Filmes de terror sempre foram uma das coisas que mais me assustaram durante minha vida inteira, eu era daquele tipo, que para ver um trailer de filmes de terror tinha que ser sem som, ao meio dia, e mesmo assim ficava morrendo de medo. Mas de uns tempos para cá isso mudou, e eu comecei a devorar tudo que tinha alguma coisa de terror. E é por isso que ultimamente eu tenho amado a Netflix.

Claro que todos nós, amantes do tema terror, gostamos das produções do diretor Jame Wang, responsável por filmes como Invocação do Mal, Anmabelle, e mais recentemente, a Freira. Mas é um pouco triste ficar limitado a essas opções, já que temos um filme a cada um ano. Recentemente a Netflix resolveu começar a investir pesado nesse tema, e eles estão acertando.

Esse fim de semana eu vi a série A Maldição da Residência Hill e eu estou chocada até agora. Primeiro que eu não gosto de séries, então para eu conseguir ver uma inteira é um milagre. A série foi incrivelmente bem produzida, o diretor Mike Flanagan, fez um ótimo trabalho. O que mais me impressionou foi o jogo de câmera, as transições do passado para o futuro são perfeitas, e as cenas sem cortes são incríveis. O diretor já havia feito algumas produções para a Netflix, você deve conhecer o Hush, e Jogo Perigoso, dois filmes incríveis. Mas ele também é o responsável por Oujia: Origem do Mal, Sono da Morte e O Espelho, então estamos falando de um perito no tema.

O cast foi escolhido com muita maestria, os atores novos e os atores adultos são bem parecidos e todos tem uma ótima química. Você até pode achar o começo meio parado, mas a partir do episódio 2 se prepare para tomar sustos (uma amiga minha inclusive chorou) a história é feita para te envolver até o último episódio e você só vai realmente entender o que aconteceu se assistir até o último segundo. A trama é muito envolvente e cheia de mistérios.

Resumindo, eu acredito que essa tenha sido a melhor série de terror que eu já vi até hoje, e eu super recomendo para todos que gostam do tema. E uma informação para você que esta vendo ou quer ver a série, o diretor informou que escondeu fantasmas em todos os episódios da série, para que as pessoas ficassem procurando eles pelo cenário. Então se você já viu a série, pode ver de novo e procurar os fantasmas.

Eu adorei, e vocês?

Já assistiram A Maldição da Residência Hill? O que acharam?

Fazia muito tempo que eu não ia no cinema assistir a um filme de terror. Mas juntei a família e fomos conferir o terror teen A Morte te dá Parabéns.

Expectativa: A história não tem nada de revolucionária. Então eu esperava um um enredo criativo que fizesse com que esse filme fosse diferente de outros que utilizam mesmo princípio de “ficar preso no mesmo dia em looping eterno”.

Realidade: Antes de mais nada, tenha em mente que é um filme teen. Por isso ele tem uma mensagem, um pouco de humor e lições de moral. E o que faz com que seja diferente é justamente o mistério que envolve a morte da personagem principal.

Na sinopse, Tree (Jessica Rothe) é uma jovem estudante que trata mal os meninos, desdenha das amigas e não parece estar muito disposta a atender as ligações do pai no dia do aniversário dela. No fim do mesmo dia, no entanto, ela é brutalmente assassinada por um mascarado. Acontece que ela “sobrevive“, ou melhor, acorda no mesmo e fatídico dia, numa espécie de looping macabro, que termina sempre com a morte da garota. Repetir, seguidamente, o mesmo dia, por outro lado, dá a Tree a chance de investigar quem a está querendo morta e o porquê.

Filmes em que o personagem principal volta no mesmo dia repetidas vezes normalmente tem como objetivo descobrir o motivo pelo qual o personagem vive esse looping. Mas no caso de A Morte te dá Parabéns isso não é importante. O importante é saber porque Tree é brutalmente assassinada sem que aparentemente existe um motivo para isso.

A cada vez que ela volta e tenta descobrir o seu futuro assassino, acontecem diversas reviravoltas e você sempre acha que descobriu quem é o culpado. Em uma certa cena, eles dão um Spoiler e se você for uma pessoa atenta e conseguir conectar os pontos talvez descubra antecipadamente quem é que está por traz da mascara de bebê. Caso contrário, vai ficar só pra ultima cena mesmo

Em resumo a premissa é batida mas o enredo divertido, leve e curioso (e não exagera nos sustos) faz com que o filme proporcione uma boa diversão para quem gosta de bancar detetive no cinema!

7 Mascaras de Bebe de 10 possíveis (o filme ganha pontos extra pela referência muito pertinente de “O Feitiço do Tempo”! xD)

Se você não foi ver ainda, e tiver de bobeira no shopping, vale a pena conferir!

Mais alguém assistiu? O que vocês acharam?