Escolhidos para você

3 posts encontrados na tag super smash bros ultimate

Olá pessoal, tudo bem? Não é de hoje que ocorrem eventos nos jogos do Nintendo Switch. Desde o seu lançamento vem acontecendo muitos deles e cada jogo com seu próprio evento e data. Os mais conhecidos são o Splatfest, de Splatoon; Party Crash, de ARMS, e recentemente eventos de Mario Tennis Aces e agora, Spirit Events de Smash Ultimate.

Mas do que se tratam afinal? Cada um desses eventos tem uma característica diferente. O splatfest, por exemplo, cria dois times com base em escolhas que se opões (katchup X mostarda; futebol X basquete, etc). O jogador seleciona uma das equipes que lhe agrada e batalha em um local específico do evento. Uma vez que participa e acumula XP e pontuações, ao final de 3 dias de evento (geralmente fim de semana), receberá recompensas.

As recompensas costumam ser itens. Algo similar ocorre em Mario Tennis Aces. Onde você participa de torneios e desafios para obter itens também. Entretanto, os eventos de ARMS são para obter uma pontuação, moedas do jogo e insígnias. Estas por sua vez também são específicas do evento, mas podem ser obtidas depois em outro evento subsequente.

E mais recentemente temos os Spirit Events, de Super Smash Bros Ultimate. Neste evento que ocorre também por 3 dias, aos finais de semana, um grupo de spirits (cards) são selecionados e aparecerão com maior frequência. Alguns deles são exclusivos do evento e só aparecerão nesses dias, logo, é preciso ficar atento e tentar libertá-los; podendo assim utilizar suas habilidades depois nas lutas.

Todavia, você pode libertar em sequência os spirits do evento até que apareça o que você quer. Como se não fosse suficiente, libertar esses spirits lhe garante também maiores recompensas, como moedas e pontos de spirit.

Por fim

É uma maneira muito comum de manter os jogos ativos. Uma vez que a Nintendo não tem um modo de conquistas similar ao das concorrentes em seus jogos, ao menos isto permite e incentiva os jogadores a manter o game em movimento. No meu ver é uma maneira válida de manter o produto e ainda a interatividade com o público. Entretanto, espero que isso sirva para otimizar os processos e levar outros novos eventos e quem sabe incluir depois o sistema de conquistas.

Aliás, hoje está acontecendo Spirit Event no Smash e Party Crash no ARMS.

E aí pessoal, Super Smash Bros. Ultimate foi lançado e esta semana consegui comprar minha cópia do jogo. A caixinha está linda demais, e intermante vem um pequeno pôster com todos os personagens presentes no game. Ainda vale dizer que tanto para quem comprou na versão digital como na versão física, até dia 31 de janeiro, você consegue um código para receber o personagem Piranha Plant de graça.

Mas vamos ao jogo. Eu pude conferir pessoalmente, enfim, como que está esta maravilha de jogo. Bem como suas diferenças para a versão anterior. Vale lembrar que a última vez que joguei foi há mais de um ano e meio; e no Nintendo 3DS. Logo, muitas diferenças eu pude notar logo de cara. Veja abaixo!

Novidades no Smash

Esse jogo é replete de coisas para fazer. Para quem prefere um estilo de jogo solo e sem online ele tem bastante conteúdo. O principal exemplo é o Adventure Mode. Eu ainda não consegui testá-lo, pois estava vendo todo o menu e os demais modos de luta. A exemplo disso posso falar sobre o Classic Mode. Neste estilo de partidas, você seleciona um personagem e fará uma sequência determinada de partidas, até chegar no Boss.

Eu fui surpreendido. Pois o classic era uma coisa simples de partidas e com uma dificuldade que você escolhia. Entretanto, agora essa dificuldade aumenta ou diminui de acordo com seu desempenho nas partidas. Você tem apenas 1 vida e cada personagem tem um mini modo história colocada nesse modo de jogo. Muito bom mesmo, pois considerei que isso valorizou demais o jogo.

Outra coisa que chama a atenção é a possibilidade de salvar regras de partidas, facilitando a jogatina com amigos. Inclusive o modo Arena Battle, onde você pode aguardar sua vez assistindo à partida dos amigos. É possível determinar as regras nesse modo também. O online inclusive está de cara nova. Você procura partidas por proximidade de região (o que não me agradou muito) e por pareamento de regras ( o que até onde vi, não funciona muito bem). Coloquei para lutar 1×1 e me jogou numa partida onde eram 4 jogadores, cada um por si e com itens.

Por sua vez, o modo Spirit Board permite uma grande quantidade de partidas até conseguir coletar os spirits, lembrando que alguns apenas se obtém com elevação de nível de spirits já obtidos. Mas de qualquer forma possui desafios, até porque, enfrentar um spirit Legend não é nada fácil.

Conclusão

É um jogo que vale muito a pena, tanto competitivo como diversão entre amigos. Nenhum partida será igual a outra. Ainda que tente colocar as mesmas regras, tudo pode acontecer. E não tem fim. Mesmo que termine o mofo adventure, complete a lista de spirits, ou finalize o classic; haverá muito jogo pela frente… Mais uma vez a Nintendo surpreende e inova em algo que você jurava não ser possível, sem que alterasse demasiadamente a fórmula do jogo. Mas conseguiram!

Super Smash Bros. Ultimate é sim um novo jogo, com características próprias e detalhes únicos. Também possui os maiores números de stage, modos de jogo, personagens e músicas. É simplesmente surreal e eu recomendo fortemente a compra desse game.

Olá pausadores, como estão? Esta semana tivemos notícias de Super Smash Bros. Ultimate, com uma Nintendo Smash Direct especial de mais de 40 minutos seguido de apresentações com a Treehouse, um showrun com o pessoal da Nintendo mostrando e jogando os games. Dentre eles estavam Smash Bros., Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee, Yoshi Crafted World e Diablo 3.

Mas quero me atentar ao Smash, finalmente foi revelado o modo secreto mostrado na direct anterior. Chama-se realmente Spirits, e nele você terá o auxílio de personagens icônicos de diversos jogos de maneira indireta. Os efeitos são dos mais diversos, influenciando ataque, defesa e “agarrões” do seu personagem. Além disso, há spirits que funcionam de suporte, sendo no máximo 3 em auxílio, conferindo efeitos e habilidades especiais. Ou seja, temos um fator RPG incluso no game.

A combinação desses spirits influencia no poder de luta da equipe e nos efeitos a serem usados durante as lutas. E serão dezenas e dezenas de spirits para obter. Os mesmo também podem ser, de certa forma, treinados. Possuem níveis que são upados após as lutas, ou então pagando-se por isso. E o fator estratégia entra na combinação dos spirits, pois será preciso encontrar boas combinações para que se obtenha melhores resultados.

Como se isso não fosse suficiente, tivemos a inclusão de mais personagens. Desta vez demos as boas vindas a Ken, de Street Fighter; e Inceneroar, de Pokémon Sun and Moon. Completando assim a seleção inicial que virá dentro do jogo. Mas algo inesperado aconteceu. Um personagem de DLC já foi anunciado, e será ninguém mais, ninguém menos que…. Piranha Plant. Sim, a planta carnívora dos jogos do Super Mario será um lutador. Quem poderia imaginar?!

Era-se esperado muitos lutadores após o vazamento de informações, que se mostraram então falsas e não corretas. Mas a Piranha Plant como personagem jogável, isso eu jamais iria imaginar. Cai da cadeira de fato, mais com esse anúncio do que com o dos outros dois personagens. Mas o que me fez de fato a quase cair no choro foi o final.

O tema final e o anúncio de um modo Adventure/História novamente no Smash quase me fez molhar os olhos, porém, acredito que o que eu vi, a cutscene que eu vi, é que foi a maior responsável. Para quem curte games da Nintendo e uma reunião de tantos personagens de jogos assim, não teria como não se emocionar com essa linda obra que será Super Smash Bros. Ultimate.

É isso aí pessoal, até a próxima.