Escolhidos para você

8 posts encontrados na tag saint seiya

Finalmente lançou a tão polemica versão de Cavaleiros do Zodíaco da Netflix. Desde o seu anúncio vem acumulando umas séries de discussões e polemicas a respeito do reboot da série. Eu assisti os 6 primeiros episódios e vim contar para vocês o que eu achei! Vai ter spoiler ein!

Cavaleiros do Zodíaco sempre foi um anime muito especial para mim de diversas formas, então quando um reboot de um anime tão querido por tantas gerações acontece, coisas boas e ruins vão sair disso. O problema é quando a as coisas ruins vem em maior escalar. Então vamos tirar o elefante branco da sala e começar já falando do que eu não gostei na série.

 

Primeiro o áudio. Todo mundo sabe que a série é japonês, porém foi produzida pela netflix que é americana. Nada mais justo o áudio ser em japonês correto? Errado, a netflix não disponibilizou o áudio em japonês da série, mesmo ela tento os dubladores originais em japonês. Mas pelo menos podemos contar com o elenco original brasileiro, que esta arrasando, menos o Shun, que já falarei disso.

Outro ponto que eu continuo achando desnecessário foi a mudança do sexo do Shun. Sabemos que a representatividade é um assunto muito importante e deve SIM ser considerado, porém a mudança de sexo do Shun não agrega em nada nem pra série nem pra representatividade da mulher, ainda mais quando já contamos com um elenco de personagens femininas muito fortes. . A mudança do Shun também fez faz voltar a questão de dublagem, pelo menos em português a escolha da dubladora do Shun foi um pouco infeliz. Quem faz a voz da Shun é a maravilhosa Ursula Bezerra (fez a voz do naruto, para você que não se ligou ainda, entre outros personagens) apesar de gostar muito do trabalhado dela, a escolha de uma voz mais grossa e rasgada para o Shun foi na minha opinião não muito boa. Em inglês isso não acontece, a voz é mais a cara da personagem. Na minha opinião teria sido muito melhor o Shun Original. Pode ser birra minha? Pode, porém não vi qual foi a vantagem dessa alteração toda.

O terceiro ponto que me deixou muito chateada foi a Shina não usar máscara. Para quem conhece a série, sabe que as máscaras das amazonas não são apenas um adereço para enfeitar a cara delas. existem todo uma filosofia por trás delas. Inclusive se uma amazona fosse vista sem a mascara ela deveria se casar ou matar a pessoa que a viu sem máscara e esse é todo o motivo que faz o arco da Shina odiar o Seiya tão legal. Ela vive uma dúvida interna se deve se apaixonar pelo Seiya ou se deve mata-lo. Mas nessa nossa versão todo esse lore foi jogado no lixo, e a Shina é simplesmente uma professora que não sabe perder. E claramente a Marin será a irmã do Seiya, pois ela é a única mulher que usa máscara, e convenientemente foi levada para o santuário quando menor.

Algumas questões não fizeram muita diferença, como por exemplo o Cassius perder a Orelha, o porque Seiya ir para o Santuário treinar. O personagem novo, e o novo vilão. Outro ponto completamente aceitável é as armaduras serem pingentes, que diferente do Omega, ainda possuem as caixas! Gostamos das caixas, deixem elas ai, mas realmente não faz sentido andar para lá e para cá uma uma caixona daquelas nas gostas. Essas modificações na história para mim não foram grandes problemas. Achei legal a atualização para a nossa época, e inclusive a utilização de gírias e memes atuais. Outro ponto positivo é a animação que esta impecável. Gostei bastante do trabalho que a netflix fez nesse pontos. Eles realmente foram bem caprichosos.

Em resumo, achei a série não muito boa, para dizer a verdade, estava bem empolgada para introduzir á uma amiga Cavaleiros do Zodíaco, já que ver o anime antigo não é pra todos, mas infelizmente não o farei, o material original ainda é muito melhor.

E aí pausadores, vamos falar de Saintia Sho – As cavaleiras de Athena? Eu finalmente pude assistir aos três primeiros episódios desse novo anime de Cavaleiros do Zodíaco, que trás agora as Saintias como destaque. Mas o que são saintias? São as cavaleiras que acompanham a Deusa Athena. Ou seja, podemos encarar como a guarda pessoal de Athena. Em outras palavras, os cavaleiros seriam responsáveis pela proteção do santuário e consequentemente de Athena. Já as saintias protegem exclusivamente a Deusa.

Saintia Sho é considerado um spin-off de Saint Seiya. O mangá surgiu em 2013 e este ano os episódios adaptados do anime foram ao ar. E devo dizer que gostei logo de cara do trabalho que fizeram e também estou gostando bastante da história em si. Pois, apesar de ser um spin-off, Saintia Sho aparentemente se passa pouco antes da Guerra Galáctica. Portanto, poderemos ver em cena os clássicos cavaleiros, sejam eles de bronze, prata ou ouro.

Falando em cavaleiros de ouro, destaque aqui para Miro de Escorpião. Ele terá um papel relevante na história (quem já leu não vale contar, hein). Mas vamos falar sobre Shoko e Kyoko, as irmãs “amaldiçoadas” pelo destino. Shoko, a mais nova, deveria se tornar a hospedeira de Éris, entretanto, graças à irmã isso não ocorre. A partir daí, ambas treinam para ficar mais forte, porém, apenas Kyoko obteve conhecimento de luta de cavaleira de Athena.

Shoko, por sua vez, levou uma vida treino comum enquanto a irmã estava longe. Apenas quando as coisas começam a complicar é que elas se reencontram. Shoko então toma conhecimento sobre esse mundo das batalhas divinas e seu cosmo emerge.

Opinião

Acho muito interessante ver como elas se assemelham a Ikki e Shun e também ao seus ataques serem parecidos com de Seiya de Pégasus, devido à sua constelação. Mas fora esses detalhes, o trabalho e a história estão atrativas e prendem sua atenção, os fatos se sucedem e você não pode se distrair. Todavia, o que mais me agradou ainda é ver essa história de Saintias e sua força na proteção de Athena.

Saint Seiya é marcado por uma massiva presença de cavaleiros e algumas poucas amazonas e cavaleiras, sem contar as Deusas. E agora ver nas telas a Saintias como destaque é muito satisfatório. E cai perfeitamente em paralelo com a história clássica, dando aquela pitada de nostalgia. É como se houvesse uma história escondida ali todo esse tempo, e nós não vimos aquilo acontecer.

Estou ansioso para ver o aparecimento das demais Saintias e o desenvolvimento de uma Athena ainda imatura e sem conhecimento do seu real cosmo e seu poder. Além disso, o envolvimento dos personagens clássicos com toda essa história.

Então deem uma olhada no anime, eu recomendo e vale a pena.

Sim, elas estão chegando! De acordo com a revista japonesa Champion Red, Saintia Shô, o spin-off de Cavaleiros do Zodíaco, chegara as telinhas japonesas ainda em dezembro desse ano.

A série é baseada no mangá Saint Seiya: Saintia Shō escrito e ilustrado por Chimaki Kuori, publicado pela editora Akita Shoten na revista Champion Red e apresenta uma nova classe de guerreiras de Athena conhecidas como Saintia – diferentes das guerreiras que apareciam no trabalho de Kurumada, chamadas de Amazonas. As Saintia são a Guarda pessoal de proteção à Athena, e só são vistas protegendo-a, por isso são consideradas lendas para os outros Cavaleiros.

Até o momento, a Toei Animation não confirmou se teremos um lançamento internacional, mas sabemos que o anime será transmitido através do serviço de streaming Animax on PlayStation.

Mas para criar um canal oficial de divulgação, a empresa lançou um site – nesse link aqui – onde deverá anunciar todas as novidades. De cara, já divulgaram imagens promocionais, o logo do desenho e quem serão as dubladoras das personagens principais.

Aina Suzuki dublara a protagonista Shoko de Cavalo Menor, M・A・O será Kyoko, Inori Minase viverá Saori Kido e Megumi Nakajima dará voz a Mii de Golfinho.

Eu já estou muito ansioso esperando por essa estreia!

E vocês?