Escolhidos para você

2 posts encontrados na tag realidade aumentada

Pra quem é da década de 90 e anos 2000, certamente irá lembrar de Yu-Gi-Oh, um anime que ganhou relevância com suas batalhas de monstros de duelo. Tais monstros emergiam de cartas através de uma tecnologia de realidade aumentada, com base em holografia. O protagonista, Yugi Moto, era a a reencarnação do antigo Faraó Yami. Este, por sua vez, coexistia em espírito dentro de Yugi, e era um excelente duelista.

Durante anos, os fãs e muitos jogadores de cartas e monstros de duelo tem sonhado com uma tecnologia que possa ampliar a realidade desse estilo de jogo. Portanto, torná-lo mais interativo e vislumbrante aos olhos.

A ideia de por em prática e desenvolver a tecnologia que permitirá isso veio de um dos fãs. O mesmo viu um vídeo relacionado à química, no qual cartões com AR expandiam fórmulas químicas em uma visão 3D. Contudo, o vídeo rapidamente começou a circular na Internet e as pessoas começaram a se questionar do porquê não aplicar isto aos jogos de cartas.

Mas antes que eu me esqueça. Me recordo de ter visto um vídeo do Japão, onde dois duelistas se enfrentavam em uma competição. A batalha entre ambos foi televisionada e conforme jogavam, os monstros eram projetados na transmissão. Entretanto não me recordo o nome do mesmo para adicioná-lo aqui. Vale lembrar ainda, que a AR é uma tecnoliga que vem sendo muito desenvolvida nos últimos anos. Jogos como Pokémon GO e Ingress a utilizam em larga escala.

Redução nos impostos de games

Outro assunto que gostaria de trazer aqui para vocês foi o andamento do processo para a redução dos impostos sobre games e afins. Em resumo, a alíquota de Imposto sobre Produtos Industrializados para consoles, acessórios  e demais eletrônicos do ramo diminuiu. Um pouco, mas diminui,

Antes rodava em torno de 20 a 50%, agora fica entre 16% a 40%. Todavia, no meu ver, essa redução não é tão significativa. Abaixo 4% no ponto mínimo e 10% no ponto máximo. O meio entre esses valores continua similar, sendo assim, é provável que não sintamos tanta diferença nos valores como muitos podem achar. Eu conteria um pouco as expectativas.

 

Pokémon Go esfriou de vez e mesmo os jogadores que foram ativos por mais tempo do que a maioria (tipo eu) parecem estar finalmente cansando do jogo. Agora, só os mais aficionados ainda devem pegar seus monstrinhos por ai.

Mas a Niantic descobriu um nicho muito bom e percebeu que se fizer o negócio direito, muitas pessoas estão dispostas a pegar seus celulares e sair pela rua utilizando o sistema de realidade aumentada. Então, se Pokémon foi bom e passou, o que poderia motivar as pessoas a saírem de casa novamente?

Isso mesmo, se você é um Potterhead, com certeza já pensou na possibilidade de um jogo no estilão Pokémon Go baseado no universo do Bruxo mais famoso da Terra. Então, a Niantic que não é besta, correu para viabilizar essa ideia e já começou a dar os primeiros detalhes sobre seu novo game “Harry Potter Wizards Unite”.

De acordo com a desenvolvedora, o novo titulo vai usar os dados e pontos de interesse do Ingress (ou seja, exatamente como Pokémon Go) e nesses pontos os jogadores poderão aprender feitiços, encontrar artefatos e até animais fantásticos, que poderão ser enfrentados.

Além disso, eles já planejam um sistema para que jogadores possam se unir para derrotar inimigos poderosos (algo como as Raids de Pokémon Go). Agora nos resta aguardar mais detalhes para saber se Harry, Rony e Hermione – assim como outros personagens clássicos – vão estar presentes de alguma forma!

Sinceramente, eu já amo esse jogo! Não me interessa como vai ser, eu tenho certeza de que vou jogar mais do que Pokémon Go! Obrigado por essa oportunidade, Niantic e JK!

Vocês também estão animados?