Escolhidos para você

3 posts encontrados na tag Kevin feige

O dia de hoje estava um pouco diferente desde o começo. Rumores citavam a possibilidade de uma grande notícia e anúncio para a Comic Con Experience (CCXP) 2019. E no meio da tarde ela se confirmou.

Kevin Feige, o diretor da Marvel Studios e também produtor e grande mente por trás do UCM  que trouxe as grandes sequências de filmes de quadrinhos para o cinema, estará na CCXP 2019.

A notícia foi liberada nos canais oficiais dos elaboradores do evento, bem como no Twitter oficial da Marvel no Brasil. Logo tornou-se um dos assuntos mais comentados nas redes, e claro, especulações começaram a surgir por todos os lados. A vinda dele para o evento pode significar um grande anúncio para com as produções cinematográficas.

Portanto, muitos já estão ansiosos por um possível lançamento de trailer, confirmação de filmes e datas de estreia ou quem sabe até algo a mais. Um dos principais pontos comentados é de que poderemos ter em primeira mão o trailer de Viúva Negra. Todavia, o fato de Ryan Reynolds também vir ao evento para divulgação de seu filme no painel Netflix, poderia levar a uma confirmação de Deadpool 3.

Aliás, não podemos nos esquecer de que a CCXP da última vez trouxe Tom Holland bem de surpresa e na surdina. Ninguém estava esperando. Conclui-se então que alguém possa aparecer de surpresa este ano também. Torço eu para que seja a Scarlett Johansson, e com isso de fato seja a liberação do trailer de seu filme.

Um pouco sobre Kevin Feige

Kevin Feige tornou-se diretor da Marvel Studios apenas nos idos de 2007. Porém isto apenas ocorreu depois de diversos trabalhos como produtor assistente em diversos outros filmes. Bem como devido ao seu conhecimento de alto nível dos quadrinhos e histórias da Marvel.

Tal conhecimento chamou a atenção de Avi Arad, que é um dos executivos da empresa. E felizmente, para todos os fãs, foi uma decisão acertada colocá-lo no comando do estúdio. Pois a partir daí a ideia do UCM saiu dos papéis dos roteiros e ganhou as telas, a admiração dos fãs e muitos milhões de dólares para a Marvel.

Feige agora é chefe criativo da Marvel, mas tudo se iniciou com seus estudos na Universidade do Sul da Califórnia. E também com diversas outras pequenas produções da qual participou, até chegar aonde está hoje.

Essa semana foi de fortes emoções para os fãs do Universo Cinematográfico da Marvel (UCM), em especial os entusiastas do cabeça de teia, o Homem-Aranha. Tudo porque, de repente, como uma verdadeira bomba, o Deadline noticiou que a Sony e a Disney não chegaram a um acordo sobre o uso do personagem. Para quem não sabe, a Sony detém os direitos da imagem do herói e só foi possível o mesmo participar dos filmes da Marvel devido a uma ngeociação entre os estúdios, na qual a Disney recebe 5% da bilheteria. Entretanto, provavelmente com o sucesso estrondoso de Homem-Aranha: Longe de Casa – que chegou a US$1 bilhão nas bilheterias – a empresa do Mickey exigiu um aumento na sua parte nos lucros, e a Sony negou. 

Apesar dos pesares, a Sony ainda possui um contrato para mais dois filmes do super-herói com Tom Holland no papel principal. Mas, ao que parece, nem o ator aprova esse posicionamento, já que ele deixou de seguir o perfil da Sony no Instagram (hoje em dia, um ato como esse pode significar muita coisa!).

Pelo Twitter, a Sony lançou um comunicado oficial sobre todo o ocorrido:

Muitas das notícias de hoje sobre Homem-Aranha têm descaracterizado as recentes discussões sobre o envolvimento de Kevin Feige (presidente da Marvel Studios) na franquia. Estamos decepcionados, mas respeitamos a decisão da Disney de não ter ele como principal produtor do nosso próximo filme live-action do Homem-Aranha. Esperamos que isso mude no futuro, mas entendemos que muitas das responsabilidades que a Disney deu para ele – incluindo as novas propriedades da Marvel – não lhe dão tempo para trabalhar em propriedades que não são deles. Kevin é incrível e somos gratos por sua ajuda e orientação e prezamos o caminho que ele nos ajudou a encontrar e que continuaremos a seguir”.

Um representante da Sony adiciona ainda que a disputa entre os estúdios se trata de créditos de produção, com Kevin Feige tendo contribuído em outros filmes do do teioso sem ser creditado como produtor, e que as negociações ainda estão em andamento. Ou seja, se tudo se concretizar, a Marvel não poderia mais produzir filmes solos do Homem-Aranha, porém, ainda existe a possibilidade de acordos individuais serem fechados e vermos o Homem-Aranha em filmes de grupo do UCM, por exemplo. A esperança é a última que morre e nós não queremos que o próximo longa seja Homem-Aranha: Expulso de Casa.

Segura o hype! A Marvel e a Disney estão mesmo empenhadas em ultrapassar a bilheteria de Avatar, que atualmente ocupa o posto de maior bilheteria dos cinemas, e Vingadores: Ultimato está colado na segunda posição – por enquanto. Tudo porque foi confirmado que os estúdios pretendem relançar o último filme da franquia nos cinemas em versão estendida, ou seja, com cenas inéditas. Se antes o longa já tinha 3 horas, imagina como não ficará agora!

A novidade foi contada pelo próprio chefe da Marvel Studios, Kevin Feige, em entrevista para o site Comic Book. Ele ainda revelou que o relançamento deve ocorrer já na próxima semana – ou pelo menos a divulgação dele. Ainda não se sabe se essa versão estendida irá para os cinemas de todo o mundo ou se apenas para os Estados Unidos. De qualquer forma, é quase certo que essa versão estará disponível no Blu-ray do filme, que deve ser lançado no final desse ano.

Feige também afirmou ao site Screen Rant que, além de algumas surpresas, os fãs também podem esperar uma pequena homenagem numa cena pós-crédito. Vale lembrar que Vingadores: Ultimato é o único filme da franquia da Marvel que não possui a tradicional cena pós-crédito.

Quanto aos números de bilheteria, essa jogada deve ser o suficiente para desbancar Avatar. Até o momento, o longa da Marvel já acumulou US$ 2,743 bilhões nas bilheterias, de acordo com dados do Box Office Mojo. Já o filme de James Cameron, de 2009, acumula US$ 2,788 bilhões (vale ressaltar que ele ficou 7 meses em cartaz e a tecnologia 3D foi considerada novidade na época). Além deste relançamento, Vingadores: Ultimato também pode lucrar com a estreia de Homem-Aranha: Longe de Casa, que estreia em julho e tem tudo para alavancar ainda mais as vendas de ingressos, já que ambos possuem total ligação em suas histórias.

Alguns fãs já teorizam que a versão estendida deve responder os muitos furos no roteiro de Vingadores: Ultimato. Outros acreditam que uma das cenas deve contar com a participação de Katherine Langford. Antes de sua estreia, o nome da atriz havia sido confirmado entre o elenco, entretanto, sua participação foi cancelada na edição final. Seu papel seria da filha de Tony Stark no futuro, e ela apareceria na Joia da Alma conversando com o pai após o estalo, assim como aconteceu com Thanos e a pequena Gamora em Vingadores: Guerra Infinita.

Eu não sei vocês, mas se essa versão vier para os cinemas do Brasil, minha presença tá garantida!!!