Escolhidos para você

34 posts encontrados na tag games

Fala galera, tudo bem? Esta semana o jogo Warframe aterrissou no Nintendo Switch e veio com tudo, praticamente. Warframe é um jogo com visual cyberpunk que mescla elementos de RPG (rolling playing game) e FPS (first person shoter). Eu, pra variar, mal conhecia de nome. Então, resolvi baixar os 12 Gb do jogo para ver do que se tratava e fiquei espantado com o Switch rodando este game da Panic Button.

Como está o game?!

O visual é muito bonito, os feixes de luz, ambientação e sonoridade dos locais, a fluidez dos gráficos e as distorções causadas pelos movimentos e comandos do personagem me deixaram surpreso com a qualidade. Até então eu não estava com nenhum jogo desse nível no meu console. Há todo um cuidado e detalhamento nas ações e expressões corporais do personagem. Visto que você ainda pode escolher 1 dentre 3 diferentes seres para começar.

Selecionei Excalibur, que mescla elemento surpresa com agilidade de combate corpo a corpo e uso de armas. Os comandos são bem intuitivos e fluem conforme as batalhas acontecem. Entretanto, para quem não está acostumado, é muito fácil se perder com a câmera. Ela se move muito rápido na configuração padrão. Assim, recomendo ajustar as opções no menu.

Warframe possui ainda vários modos de jogo e MODs para otimizar personagem e armas, bem como habilidades. Esta parte realmente me deixou confuso. São muitas opções, condições e regras de uso. O fator RPG pesa bastante aqui.  Fora isso, ainda estão presentes elementos de modificação de skin e cores. Claro, boa parte deles são pagos e outra você adquiri jogando mesmo. Também é possível jogar em co-op com amigos. E ainda há modos de equipes contra equipes para deixar as coisas mais acirradas.

Conclusão

Portanto, não faltam possibilidades de gameplay no Warframe, desde o mais casual até o mais hardcore gamer. Ainda estou tentando jogar com meus amigos do Switch para ver como que fica a estabilidade durante as partidas. Mas pelo que soube, não há muitos problemas com o online game.

No mais, apesar do tamanho do game, é uma boa opção para quem quer um grande e belo jogo no seu console. E por ser gratuito, vale a pena experimentar. Qualquer coisa, só deletar e depois pode baixar novamente.

É isso aí pessoal, até mais.

Olá pausadores, é chegado o dia. Hoje ocorre o lançamento de Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee, o mais novo jogo da série, para Nintendo Switch, que promete redescobrir as origens dessa série já consagrada. Como de costume, duas versões do mesmo jogo estão disponíveis para os jogadores escolherem.. Cada uma com suas particularidades, mas com a mesma gameplay.

Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee trará a região de Kanto e você tem a opção por iniciar sua jornada com Pikachu ou Eevee como amigo. Passar por todas as rotas e encontrar monstrinhos soltos mundo afora. Desta vez eles estarão visíveis no ambiente e você poderá inclusive utilizar um controle específico para o game. A pokéball plus controller. Ela funciona no mesmo esquema que uma pokébola do game. Fingir arremessá-la é o meio para se capturar novos pokémons. Claro, isso não é obrigatório, mas sim uma maneira de ficar mais imersivo no jogo.

Desta vez há uma lista de pokémons que você poderá usar de montaria, dentre eles. Charizard, Aerodactyle, Starmie, Rapidash e até o Hunter são um exemplo. Isso ajudará e muito no deslocamento pelo mapa. Os esquemas e estratégias serão cruciais nas batalhas mais pro-player. E ainda será possível realizar um co-op game; este por sua vez equivaleria a um “modo fácil” do jogo. Você poderá entrar praticamente em qualquer batalha junto com um amigo. Veja isto como uma maneira de facilitar para que qualquer pessoa possa jogar e se divertir com o game, desde seu irmãozinho até a sua avó.

O que esperar para um jogo futuro?

Todavia, Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee ainda não seria o que os fãs mais calorosos esperam da Pokémon Company e da Game Freak. O grade jogo certamente ainda está por vir, talvez ainda em 2019 ou no mais tardar no fim dele ou começo de 2020. O atual lançamento ainda possui uma interação com Pokémon Go. Permite que você passe seus monstrinhos para o jogo do Nintendo Switch e depois os capture em uma zona de safari particular.

Como eu já havia pensado, este jogo servirá para manter um hype nos players, e preparar o terreno para o próximo Pokémon. Claro que dentro do atual, muitas mecânicas e processos aqui inseridos servirão como um teste. A questão da integração com Pokémon Go também é muito relevante. E, após 20 anos de franquia, o que vejo aqui é uma busca por novos horizontes, um recomeço. Atrair a nova geração de players. Com isso fico remoendo, o que falta para eles inventarem agora?

É isso aí, pretendem comprar o jogo? Deixa aí nos comentários.

Olá pausadores, como estão? Esta semana tivemos notícias de Super Smash Bros. Ultimate, com uma Nintendo Smash Direct especial de mais de 40 minutos seguido de apresentações com a Treehouse, um showrun com o pessoal da Nintendo mostrando e jogando os games. Dentre eles estavam Smash Bros., Pokémon Let’s Go Pikachu/Eevee, Yoshi Crafted World e Diablo 3.

Mas quero me atentar ao Smash, finalmente foi revelado o modo secreto mostrado na direct anterior. Chama-se realmente Spirits, e nele você terá o auxílio de personagens icônicos de diversos jogos de maneira indireta. Os efeitos são dos mais diversos, influenciando ataque, defesa e “agarrões” do seu personagem. Além disso, há spirits que funcionam de suporte, sendo no máximo 3 em auxílio, conferindo efeitos e habilidades especiais. Ou seja, temos um fator RPG incluso no game.

A combinação desses spirits influencia no poder de luta da equipe e nos efeitos a serem usados durante as lutas. E serão dezenas e dezenas de spirits para obter. Os mesmo também podem ser, de certa forma, treinados. Possuem níveis que são upados após as lutas, ou então pagando-se por isso. E o fator estratégia entra na combinação dos spirits, pois será preciso encontrar boas combinações para que se obtenha melhores resultados.

Como se isso não fosse suficiente, tivemos a inclusão de mais personagens. Desta vez demos as boas vindas a Ken, de Street Fighter; e Inceneroar, de Pokémon Sun and Moon. Completando assim a seleção inicial que virá dentro do jogo. Mas algo inesperado aconteceu. Um personagem de DLC já foi anunciado, e será ninguém mais, ninguém menos que…. Piranha Plant. Sim, a planta carnívora dos jogos do Super Mario será um lutador. Quem poderia imaginar?!

Era-se esperado muitos lutadores após o vazamento de informações, que se mostraram então falsas e não corretas. Mas a Piranha Plant como personagem jogável, isso eu jamais iria imaginar. Cai da cadeira de fato, mais com esse anúncio do que com o dos outros dois personagens. Mas o que me fez de fato a quase cair no choro foi o final.

O tema final e o anúncio de um modo Adventure/História novamente no Smash quase me fez molhar os olhos, porém, acredito que o que eu vi, a cutscene que eu vi, é que foi a maior responsável. Para quem curte games da Nintendo e uma reunião de tantos personagens de jogos assim, não teria como não se emocionar com essa linda obra que será Super Smash Bros. Ultimate.

É isso aí pessoal, até a próxima.