Escolhidos para você

3 posts encontrados na tag Fantasma

Você se julga uma pessoa corajosa? Gosta de filmes e jogos de terror? O que acha das casas mal assombradas? Você conseguiria dormir na sua casa se ela fosse o cenário de um filme de terror em que você é o protagonista?

Night-Terrors1

Se você acha que já viu tudo em matéria de horror, melhor pensar duas vezes. Uma empresa chamada Novum Analytics está reinventando o conceito de terror e promete fornecer doses de medo e diversão nunca antes experimentadas. Eles afirmam possuírem o jogo mais assustador de todos os tempos e tenciono seriamente a concordar com eles.

Night-Terrors2

Isso porque Night Terrors é um jogo de sobrevivência que usa realidade aumentada totalmente imersiva. Para jogar, basta você pegar seu celular, colocar seu fone de ouvido, esperar anoitecer e apagar as luzes da sua casa. Sim, seu lar doce lar será o ambiente do game.

Night-Terrors3

Olhando através da tela do aparelho, a única luz que você vai possuir é a lanterna do celular. Portanto, o jogo controla o que você vê, o que você ouve e onde você vai. A câmara e o microfone captam e processam tudo em tempo real e inserem elementos e sons na cena, tornando a experiência o mais imersiva possível. Quer ter uma ideia? Confira o vídeo:

A jogabilidade do game é enganosamente simples. Você só tem que fazer duas coisas.

1) Salve a Menina.
2) sobreviva.

Descobrir como você vai fazer isso é o verdadeiro desafio.

Night-Terrors4

Então, se você ficou com vontade de encarar esse desafio, saiba que Night Terrors ainda não existe. Ele está participando de um financiamento coletivo no site Indiegogo e o valor mínimo de contribuição é de 5 dólares (e você já ganha uma cópia do jogo). Dentre os prêmios mais legais, contribuindo com 25 dólares, sua versão vem personalizada e os fantasmas te chamam PELO NOME! Oo

Night-Terrors5

A meta da empresa é arrecadar 70 mil dólares e em apenas 6 dias, já conseguiu mais de 26 mil. Se você quiser contribuir basta clicar nesse link aqui. A campanha termina em 08 de junho de 2015.

E ai? Você tem coragem?

Ultimamente eu tenho tentado variar um pouco nas minhas escolhas de quadrinhos. Como já sou assinante da Marvel, quando vou às livrarias, acabo procurando outros títulos para ler e tenho encontrado várias coisas legais da Vertigo. Hoje vou falar sobre uma das minhas compras, a HQ “iZombie: Morri pro Mundo”.

iZombie-HQ1

Antes de mais nada, vou começar por ela justamente porque das minhas ultimas leituras, ela foi a mais fraquinha, ainda que não seja ruim. Afinal, uma história de zumbis, fantasmas, múmias e outros monstros, sempre tem potencial para ser interessante.

iZombie-HQ9

Em outra postagem aqui no blog – nesse link aquicheguei a falar da série homônima (que inclusive já está passando na CW) que foi baseada justamente nessa HQ. Ainda não comecei a assistir, mas assim que eu conseguir um tempo, venho contar sobre ela para vocês!

iZombie-HQ12

Então, vamos ao que interessa: a resenha da HQ iZombie, da Vertigo. A história é centrada na personagem Gwen, uma zumbi um tanto diferente do convencional. Isso porque ela pensa, sente e vive praticamente como uma humana normal. Apesar de estar morta, desde que se alimente uma vez por mês de cérebro humano, ela pode continuar vivendo a sua não-vida numa boa.

iZombie-HQ7

E se você acha que a história é bizarra, não vou dar spoilers, mas existe uma explicação bem consistente para o fato de ela ser uma zumbi tão diferente. O que pode causar mais estranheza é que seus dois melhores amigos são uma fantasma carente (Ellie, que pode ser vista ou não se assim desejar) e Spot que é um Terrieromem (uma espécie de Lobisomem com características de um cão da raça Terrier) que se transforma na lua cheia, mas é inofensivo.

iZombie-HQ3

Tanto tema quanto a história não são originais. Gwen, quando come cérebros, acaba adquirindo as memórias de sua vítima (alguém aqui lembrou de “Meu namorado é um Zumbi”?) e isso muitas vezes faz com que ela se sinta responsável a dar um fim na história da pessoa, resolvendo assuntos que por ventura tenham ficado pendentes.

iZombie-HQ5

Junte isso a uma matilha de vampiras safadas donas de um campo de paintball, um grupo milenar de caçadores de monstros e uma múmia com muito conhecimento secreto e você tem a receita de “iZombie: Morri pro Mundo”.

iZombie-HQ14

Mas talvez o mais interessante dessa HQ seja mesmo a arte. Com traços de Michael “Mike” Alfred, que apesar de simples, conferem muita personalidade aos desenhos, eles remetem a décadas passadas e isso torna a leitura extremamente agradável.

iZombie-HQ11

O enredo de Chris Roberson não traz nenhuma ideia inovadora, mas é bem desenvolvido mesclando humor, terror e sobrenatural de forma interessante, acabando por despertar a curiosidade de chegarmos até o fim. O detalhe é que o fim dessa primeira edição não traz nenhuma conclusão e vou ser obrigado a comprar a próxima! xP

iZombie-HQ4

Então, se você busca uma história leve, fácil e gostosa de ler, pode comprar iZombie. E se você precisa de mais algum motivo para se convencer, é bom saber que ela ganhou um prêmio em 2011 de melhor serie nova da Eisner Awards.

“iZombie: Morri pro Mundo” pode ser encontrada nas melhores livrarias.

E aí, mais alguém já leu?

O que define um super-herói?
Em minha opinião, três características diferem esses personagens de todos os demais gêneros literários. São elas:

1) O combate ao mal:

Batman-Origem

Não dá pra se considerar um super-herói se você ganhar poderes especiais, mas não sair de casa pra fazer coisa alguma. Desde os tempos da mitologia grega, o que define o herói é sua luta contra aquilo que considera errado.

2) O uso da fantasia como recurso para ocultar sua identidade secreta:

Batman-Origem-2

Encontramos todos os dias em heróis uniformizados por aí, sejam policiais, bombeiros ou até atletas profissionais. Mas a diferença é que os super-heróis usam roupas extravagantes para esconder sua verdadeira identidade.

3) Habilidades especiais:

Batman-Origem-3

Supostamente, o termo “super” é utilizado para descrever as habilidades sobre-humanas que os personagens usam para combater seus inimigos, certo? Não no caso do Batman.

A história oficial dita que os super-heróis surgiram em 1938, quando o Super-Homem fez sua estreia na célebre primeira edição da revista Action Comics. Empolgada pelo sucesso, a National Publications – atualmente DC Comics – encomendou ao desenhista Bob Kane aquele que seria o segundo super-herói do mundo, o Batman.

batman_75-anos-1

Mas, ao contrário de seu antecessor kryptoniano, o Homem-Morcego combate o crime utilizando apenas as capacidades que qualquer pessoa poderia possuir se as tivesse aperfeiçoado durante toda a vida. Apesar de subverter o conceito original, a criação do Batman acabou por tornar a definição de super-herói ainda mais abrangente.

Batman-Origem-6

Agora, é possível afirmar que o Fantasma, publicado em 1936 por Lee Falk também é um super-herói. Repare que ele sai de uma caverna para enfrentar seus inimigos, valendo-se do medo que instiga com a fama de “espírito que anda“. É mais ou menos como um certo detetive encapuzado, não é?

Batman-Origem-4

Da mesma forma, não é possível negar que o Zorro, criado em 1919 pelo escritor Johnston McCulley, sempre foi um super-herói. Assumidamente, o personagem influenciou a origem do Homem-Morcego. Não é coincidência que ele seja um milionário que lute contra o mal vestido de preto. Além disso, ele conta até com o auxílio de um mordomo.

Batman-Origem-5

O resultado de tudo isso é que, após a criação do Batman, não é mais pré-requisito ter nascido em um planeta distante ou ser picado por uma aranha radioativa. Qualquer pessoa pode ser um super-herói. Mas esse não é o único aspecto universal sobre a origem do Batman, como vou tratar no próximo texto.

Alguém tem alguma dúvida sobre essa origem? xD