Escolhidos para você

5 posts encontrados na tag eventos

Como de costume São Paulo recebeu no fim de semana passado o clássico evento Anime Friends, que essa ano contou com uma edição também no Rio de Janeiro. Eu fui no evento no  sábado e vou contar o que achei dele.

Logo na entrada notei alguma desorganização, principalmente no caex. Cheguei por volta das 11h e já não havia mais filas para ingressos já comprados e pouca fila na bilheteria. Depois que consegui entrar no evento, a primeira coisa que notei foi o espaço, tinha bastante! O que é muito importante se você é cosplayer por exemplo, e isso foi bem legal, corredores espaçados são importantes nesse tipo de evento.

Sobre as atrações do Anime Friends

As atrações principais para mim foram os Artist Alley e as lojas. Gostaria de ressaltar que o Artist Alley é uma atração nova no anime Friends; vem sendo apresentada há apenas 2 anos e esta cada vez melhor. É muito legal ver o evento disponibilizando esse espaço para artistas nacionais. As lojas estavam lotadas e tinha bastante coisas incrível para comprar.

O evento contou com dois palcos grandes que receberam diversas atrações internacionais; o que também é bem legal ver onde estão investindo. Apesar do espaço grande, consegui ver o evento inteiro em 2h! O que é um pouco triste, porque costumava ficar horas nesses eventos aproveitando todas as atrações. Parece que menos pessoas comparecem a cada ano, penso que isso se deve ao valor do ingresso que não é acessível e nem compatível com que o que foi oferecido por lá.

Gostaria que o Anime Friends volta-se a ser um evento grande e tão aguardado por todos; com preços mais acessíveis para todos os públicos, pois é um dos poucos eventos que anime que ainda temos em São Paulo. Sem falar que é um dos mais antigos e adorados por todos.

No último fim de semana aconteceu a Jedicon 2018 e esta foi a primeira vez em que participei de um evento como este, voltado principalmente, mas não exclusivamente ao público fã da saga Star Wars.

Ao chegar fiquei um pouco perdida com o espaço. Tratava-se de um colégio e as áreas do evento estavam bem dispersas nas dependências do local, porém consegui me encontrar e olhar cada um dos estandes presentes. Muitos deles voltados para colecionáveis, brinquedos, action figures e outros itens temáticos.

Um dos locais estava vendendo um mini holograma, daqueles que você posiciona sobre uma tela de celular ou tablet e ele reproduz a imagem tridimensionalmente. Ficaria muito legal com aquela clássica cena da Princesa Léia.

Em outro estande havia diversas camisetas para você escolher, tanto se fosse do Império ou do lado dos rebeldes, ou mesmo ainda um caçador de recompensas. A área de entrada contava já com um palco e um DJ Tropper tocando hits pop para manter a energia no lugar, e logo mais ao lado estava mais uma área de estandes, inclusive com mesas para artistas independentes apresentarem sua arte e seus quadrinhos.

 

O que me chamou a atenção foram os quadrinhos com temáticas nacionais, trabalhando os contextos de nosso folclore. Havia ainda auditórios com palestras e apresentações de vídeos. Um setor de alimentação que tinha por perto réplicas bem fieis de bustos de personagens de Star Wars (quis levar o do Darth Vader para casa, mas não deu >>> $$$$).

E quase escondido, estava o setor de jogos. Na área de jogos tinham diversas partidas oficiais de RPG acontecendo. Mas o que me deixou espantada foi o trabalho e o cuidado que tiveram ao criar uma maquete-cenário para que o jogo acontecesse.

As mini-figures já vem prontas, porém com aspecto neutro, e alguns jogadores decidiram pintar à mão estas peças do jogo e ainda criar, tanto manualmente como em impressora 3D, o resto do cenário onde a partida acontece. Fiquei admirada.

No segundo palco montado estavam rolando apresentações e encenações de cosplayers. E diga-se de passagem, haviam muitos deles por lá. Inclusive um Jar Jar Binks, mas não consegui fotografá-lo. O que me chamou a atenção foi a quantidade de cosplayers mirins, juntos de seus pais que também estavam vestidos à caráter.

Isso mostra a importância e a relevância da saga para os fãs. O espaço eu achei um pouco apertado para a quantidade de estandes e pessoas que visitavam o evento. Os corredores ficam muito pequenos em certos momentos, e dificultava até para fotografar os cosplayers.

Compreendo os limites do local do evento, mas isso gerava um certo desconforto. Além do evento em si, consegui encontrar a minha amiga Naty. Ela faz biscoitos temáticos, inclusive com tema de Star Wars e claro que aproveitei para levar alguns para casa. Escolhi o Yoda e a Léia. São muito saborosos e também aproveitei para comprar uma caneca com glitter.

Gostei da experiência e já estou ansiosa para ir ano que vem.

 

Olá galerinha do Pausa Para Nerdices, aqui é a Clay e hoje eu vim falar um pouco da Brasil Game Show 2017, a maior feira de games que está acontecendo essa semana no Expo Center Norte. O PPN esteve na 10ª edição e conta tudo para você agora!

Estivemos presentes no primeiro dia de evento e logo de início fomos agraciados pela presença de Ed Boon e Hideo Kojima na cerimônia de abertura do evento e em seguida tivemos acesso aos dois pavilhões repleto de estandes. Conferimos em primeira mão as novidades da SONY e o seu VR. Do outro lado o stand do XBOX da Microsoft já vinha com força total e um simulador do Forza. Isso é só um pouquinho das coisas mais legais que estão por lá.

O ambiente está bem organizado com os corredores bem amplos, bem como os estandes também estão, então mesmo que o evento fique cheio, ainda assim creio que você terá um bom espaço para passear por lá. Por ser primeiro dia as filas para jogar estavam longe de serem longas, apesar de que jogos como FIFA 18, Marvel vs Capcom e COD World War II estavam bem disputados para serem testados.

Mas fora a área das grandes produtoras, gostaria de falar da presença forte das thirds que também traziam diversos freeplays para os jogadores. E vejo este como o principal ponto positivo da Brasil Game Show, podermos ter esse contato com as thirds e as produtoras independentes e assim conhece-las mais de perto, pois o potencial dessa galera é alto e é sempre bom ter novas ideias que possam alcançar o topo e melhorar o mundo dos games.

Tive a oportunidade de testar o simulador de corrida do Forza, e gente, o negócio é muito difícil, ele realmente o leva para dentro de um carro de corrida. O volante tem um peso considerável nas curvas, principalmente quando você tenta fazer o drifite, dá pra sentir como se as rodas estivessem travadas. Nem vou dizer que bati várias vezes e sai da pista muitas outras, mas a experiência vale muito a pena e você com certeza irá querer testar novamente só para ver se consegue domar aquele volante.

O VR da Sony por sua vez está com uma imersão muito mais profunda do que eu imaginava. Claro que a tecnologia ainda está no começo e engatinhando a passos um tanto quanto tímidos, mas fico imaginando como estará daqui uns 10, 20 anos. Talvez até antes mesmo desse tempo teremos coisas que hoje mal imaginamos, ou então com uma qualidade de jogo e qualidade gráfica que nos fará duvidar em que mundo estamos. Será que estou sendo muito otimista?

Queria falar também sobre a organização para o Meet & Greet Canon, que possibilita aos fãs que conseguirem entrar na fila, como também aqueles que não conseguem de poder ver o seu artista favorito a poucos metros de distância, com o palco em destaque e uma área ampla ao redor, todos podem ter um pouco desse gostinho mesmo que por um pequeno instante. Não pegamos a fila para ver o mestre Kojima de pertinho, mas olha a foto que conseguimos guardar de lembrança. Quando eu teria imaginado uma chance dessas, não é mesmo?!

A parte de alimentação está o de sempre, apesar de que desta vez não me pareceu tão variado assim, você encontra tanto lanches como pratos elaborados. Aliás, o lobby de imprensa estava bem organizado também, e confortável, o que por sinal é muito importante para quem tem de aguentar 5 dias de evento.

E como todo bom evento de games e outras coisinhas geeks, não poderia faltar as lojinhas e os cosplayers. Visitei algumas e encontrei muitos itens interessantes como apoiadores de livros estilizados, ursos de pelúcia zumbis customizados, camisetas, plaquinhas e muitos, mas muitos action figures e aquele game que você tá procurando, irá poder comprar em primeira mão por lá.

É isso pessoal, esse foi só um resumo de tudo que tem por lá na Brasil Game Show que vai até o dia 15/10. Então corre que ainda dá tempo de você conferir o evento.

Até mais.

Siga a Clay nas redes sociais

Blog: Sai da Minha Lente
Facebook: www.facebook.com/saidaminhalente
Instagram: @clayci