Escolhidos para você

7 posts encontrados na tag Capcom

Semana passada a Capcom liberou a todos os usuários de PS4, Xbox One e PC uma demo de 30 minutos que pode ser jogada, e olha, eu preciso dizer que esta pra lá de incrível! 

Testei o game tanto no PS4 quanto no PC e não tenho do que reclamar. Os gráfico estão perfeitamente atualizados e não é só isso. Diferente do remake do primeiro jogo, esse daqui não teve apenas os gráfico atualizado, o modo de câmera foi atualizado também. Para quem lembra a jogabilidade do Resident Evil 2 era um pouco complexa, já que a câmera era estática e se movia apenas de acordo com a movimentação do personagem, ou seja, o jogador não tinha nenhum controle de visão. Para esse remake a câmera é totalmente controlado por nós, jogadores.

Um segundo ponto que eu gostaria de ressaltar é que no remake de R.E 1, nada além dos gráficos, ou seja, a ambientação e o clima do jogo continuaram o mesmo que foram usados em 1996 data de lançamento do jogo. Claramente algo que assustava em 1996 não funciona mais nos dias atuais, e essa foi uma das preocupações com a nova versão de R.E 2. O jogo agora é mais escuro, com sons novos, e jump scares que deixam o jogador muito mais ansioso e tenso.

É bem legal ver essa evolução na a preocupação da Capcom com a atualização do seus jogos, podemo ver que eles estão empenhados em não só entregar um jogo mais bonito apenas pela nostalgia e sim uma nova experiencia tanto para os fãs da série como os novos jogadores. Espero ter esse tipo de atitude para os outros estúdios que estão empenhados em trazer remakes de jogos clássicos.

Então corre lá na sua plataforma e baixe a demo que esta gratuita! O jogo estará disponível completo em todas as plataformas dia 25 de janeiro.

E aí galera do PPN, como estão?

Finalmente é chegada a hora do lançamento de Mega Man 11, marcando o retorno icônico robô azul aos games. E o que posso dizer é que temos uma mistura de nostalgia com gráficos e física mais atuais, o que torna ainda mais imersiva a experiência de se jogar este clássico.

Tive a oportunidade de testá-lo no Nintendo Switch e constatar a nova gameplay inserida, bem como os controles e comandos. Mega Man nunca foi muito minha praia, por assim dizer, não sou dos melhores jogadores desse game e sempre o considerei um game de nível médio para difícil. Sub-chefes e chefes podem ser um pesadelo enquanto você não pegar o time de seus movimentos. E ainda assim poderá sentir certa dificuldade. 

E isso está presente no Mega Man 11, instantaneamente lembrei daqueles dias da infância e de como era tenso passar algumas fases e algumas partes de outras. Os inimigos comuns continuam sendo uma pedra no sapato em certos momentos. Entretanto, temos a ajuda de Rush, o fiel “cãopanheiro” de Mega, que ajuda e muito a avançar nas horas mais complicadas.

Os controles me causaram certa dificuldade no início, pois é preciso se acostumar com a posição e utilização deles nas mais diversas situações. Além disso, há uma novidade… minto, duas na verdade. Bom, uma que se divide em duas: Engine Gear. Trata-se de um equipamento que agora faz parte das novas habilidades de Mega.

Uma lhe permite acumular mais energia e poder, realizando disparos ainda mais fortes, ajudando a derrubar inimigos mais rapidamente. A outra lhe permite ficar muito mais rápido, porém na visão dele é como se tudo ao seu redor se movesse bem lentamente, quase congelado. Assim as esquivas podem ficar mais eficientes, bem como acertar alvos que se movem rapidamente pela tela, aumentando a precisão do tiro.

É preciso saber equilibrar o uso da engine, pois ela não é infinita. E quanto mais utilizar, mais tempo irá levar para recarregá-la. E já ia me esquecendo, não é possível usá-las ao mesmo tempo, exceto se você estiver com pouca energia de vida.

Com isso, tenho que dizer que seria necessário horas de jogo para se adaptar às engines e assim tirar o máximo proveito delas nas lutas. Certamente esse elemento adicional deu um upgrade para Mega Man 11 ser um grande sucesso, assim como os games anteriores da franquia.

Bom pessoal, é isso aí! Mega Man 11 foi lançado esta semana para todas as plataformas.

GET READY!

A gente sabe que adaptações de jogos para live action quase nunca dão certo! Isso porque quem produz esse tipo de material não pensa com a cabeça de quem é fã do original. E essa foi a grande diferença de da websérie Street Fighter: Assassin’s Fist, que foi produzida por um grupo de fãs de Street Fighter.

Então quando você vê que a Entertainment One e a Capcom vão produzir uma nova série baseada no game para a TV e descobre que os produtores executivos dessa série serão aqueles fãs que criaram Assassin’s Fist lá no youtube, você tem essa reação:

Não é incrível ver empresas grandes reconhecendo material de qualidade do Youtube e trazendo esses produtores de conteúdo para jogar no mesmo time? Quem dera todo mundo fosse assim, os fãs só teriam a ganhar!!

Sobre a série propriamente dita, ela deve contar com Ryu, Ken, Guile e Chun-Li como protagonistas, mostrando o combate dos heróis contra a organização criminosa Shadaloo! Viu como é simples agradar um fã? Basta usar as histórias que já existem! xP

A gente espera mesmo que Joey Ansah, Jacqueline Quella e Mark Wooding – o trio de ouro de Street Fighter: Assassin’s Fist – consiga repetir a dose e deixar os fãs felizes novamente!

Por enquanto, nenhum detalhe da produção ou data de lançamento foram divulgados, mas eu já to botando fé!

E vocês? O que esperam da nova série?