Escolhidos para você

2 posts encontrados na tag Antonio banderas

Esse final de semana fui ao cinema conferir “Os Mercenários 3”. Tem tanto filme legal passando que foi complicado escolher um, mas como até a Penny queria ver Sylvester Stallone mais uma vez quebrando tudo, lá fomos nós!

Mercenarios-3-1

Expectativa: sinceramente não esperava nada diferente do que vi nos outros dois. Esperava muitos tiros, ação, atores velhos ressurgindo e tocando o terror – e a Ronda…. xD

Realidade: foi totalmente dentro da expectativa. Não me surpreendeu e nem me decepcionou, mas confesso que sai do cinema bem empolgado e querendo fazer uma tatoo dos mercenários.

Mercenarios-3-2

É incrível como a nostalgia tem controle sobre nossa mente! Ver caras como Blade Wesley Snipes, El Mariachi Antonio Banderas e William Wallace Mel Gibson juntos e num filme de ação como nos velhos tempos fez a minha noite mais feliz! O filme não traz nada de novo e mesmo assim consegue garantir a diversão.

Mercenarios-3-3

Óbvio que não se pode ser muito exigente com o roteiro, mas dos três Mercenários, esse teve o roteiro “menos pior”, ainda que bem longe de ter alguma relevância no contexto! Porque convenhamos, estamos lá para ver tiros, explosões e nossos velhinhos preferidos e essas coisas estão presentes, assim como aquela boa dose de piadas internas, brincando com a idade deles ou mesmo com fatos da vida dos atores (tipo o ator Wesley Snipes que estava preso por sonegação fiscal – assista o filme que você entenderá).

Mercenarios-3-8

Fora isso, Mel Gibson foi um ótimo vilão com cara de maluco (apesar de achar a cena de porrada dele com o Stallone meio curta) e Snipes também não fez feio. Mas o Antonio Banderas rouba a cena como mercenário tagarela. Juro que várias vezes imaginei o Deadpool ali, aloprando o povo! xP

Mercenarios-3-5

Confesso que não gostei da inserção dos novatos (tirando a Ronda, claro). Acho que Sly podia ter se atido a formula dos dois anteriores e mantido só a velha guarda na ação. Como sabemos que a franquia ainda não acabou (Jackie Chan parece ter finalmente cedido e aceitado participar do próximo longa), resta saber o que se fará com eles e tomara que eles estejam em alguma “missão paralela” e não deem as caras. Menos a Ronda. A Ronda pode.

Mercenarios-3-6

Outro detalhe importante é a falta de sangue. Os produtores do filme resolveram economizar nas brutalidades explícitas e no sangue voando para conseguir uma classificação mais branda. Conseguiram com isso uma classificação etária de 12+ e, provavelmente, um belo incremento na renda total. Mas nada que desqualifique a ação ou as mortes!

Mercenarios-3-7

Resumindo, nem melhor, nem pior! Apenas mais um Mercenários. Você gosta da temática, dos atores e da ação desenfreada onde os mocinhos matam milhões e nem se arranham? Você gostou dos outros dois? Pode ir tranquilo que também vai gostar desse!

Particularmente? Eu recomendo! E vocês? Já assistiram? O que acharam?

Minha fixação pelos Vampiros sempre me acompanhou em todas as vertentes possíveis. Como eu falei na coluna anterior – aqui, lembram? eu comecei na TV, com a Novela Vamp.

Vamp-3

Foi uma sequencia inevitável: Vamp – filmes – livros – jogos. Como já falei sobre o primeiro assunto, vou falar sobre os outros três, começando com foco no que foi o mais importante para mim em cada um deles. Hoje falaremos de filme, mais especificamente sobre “Entrevista com o Vampiro”.

Entrevista-com-o-Vampiro-1

O filme é homônimo de um livro da escritora Anne Rice no qual foi inspirado e conta a história do atormentado vampiro Louis (interpretado por Brad Pitt). Ele convida um jornalista para ouvir sua história e revelar ao mundo que os Vampiros existem. Quando consegue convencer o jornalista de que o assunto é sério, ele narra sua trajetória e conta um pouco sobre sua convivência com o responsável pela sua transformação, o “insensível e malvado” Lestat (Tom Cruise).

Entrevista-com-o-Vampiro-2

Esse filme foi extremamente marcante para mim, pois me jogou direto para dentro da literatura vampírica. E ele retrata os filhos da noite exatamente do jeito que eu considero “o certo”: eles morrem decapitados, queimados ou em contato com o sol, podem se alimentar sem matar, e para criar novos vampiros é necessário um processo complexo que envolve uma “troca sanguínea”. Fora que além da personalidade clássica de Louis do tipo sofredor (ohhh, não queria ser assim, isso é uma maldição, como sofro por ter que tomar sangue) existe o contraponto de Lestat, um cara perfeitamente contente com sua condição e que considera o vampirismo uma benção.

Entrevista-com-o-Vampiro-3

Além disso tudo, ainda tem a doce e amável Claudia, uma vampira transformada ainda criança e que apesar de crescer por dentro, acaba presa dentro de um corpo de criança durante décadas! A primeira vez que assisti a esse filme, aprendi a amar a Kirsten Dunst….. S2

Entrevista-com-o-Vampiro-4

Esse foi o primeiro longa que eu assisti onde a história do vampiro é vista através da perspectiva dele e não de um caçador ou qualquer coisa do tipo. O foco foi a vida de Louis e todo seu sofrimento. E para mim, é uma das melhores adaptações de livro para o cinema (ok, o personagem Armand, interpretado pelo Antonio Banderas tem na verdade 16 anos, mas isso é um mero detalhe… xP).

Entrevista-com-o-Vampiro-5

Entrevista com o Vampiro é um marco da história vampírica e pode ser considerado um dos clássicos do gênero. Está com certeza no meu TOP 3 da categoria e é o único que eu tenho o DVD e assisto toda vez que estiver passando na TV.

E vocês? O que acham desse filme?