19
set
2016

Os Melhores Momentos das Olimpíadas Rio 2016

Postado em | Curiosidade, Humor, Lista, Vídeos

Já estamos morrendo de saudades dessas Olimpíadas! Foi uma grande festa que o povo brasileiro pode mostrar todo seu potencial de ser zueiro! Foram muitas atrações e a população não perdeu tempo, marcando presença em todos os estádios e mostrando como é que se faz festa no Brasil. Por isso fiz uma pequena lista com mostrando as melhores zueiras desse evento esportivo!

olimpiadas-2016-comite-coloca-a-venda-mais-de-1-milhao-de-ingressos

1- Vinicius causou muita polêmica quando foi criado, porém como não gostar desse mascote depois desse show de dança?

2- Galvão já tá meio confuso depois de tantos anos de narração. Afinal perdeu ou ganhou?

3- O narrador Romulo Mendonça se empolgou um pouco demais no jogo do Brasil de vôlei e foi possuído pelo ritmo Ragatanga.

4- Esse salto com vara que não deu muito certo

5 – Na falta de um atleta brasileiro, vamos torcer para o juiz então!

6 – Essa chinesa que não sabia que tinha ganhado o bronze!

7- Teve até a marcha imperial durante o jogo de basquete!

8- O Vinicius queria todas as atenções para ele e até atacou de cosplay de Gisele!

9- Aqui no Brasil, a zueira vem ao vivo mesmo!

10 – Não pode cair de barriga nas Olimpíadas…

E aí, o que vocês acharam das Olimpíadas da Zoeira?

Lembram de mais algum momento que deixamos passar?







15
set
2016

J.R.R. Tolkien: Além da Terra Média

Postado em | Curiosidade, Lista, Livro

J.R.R. Tolkien é considerado por muitos o rei da fantasia por conta de sua maior criação, a Terra Média, onde ele desenvolveu a história de O Hobbit e do Senhor dos Anéis. Porém o autor se aventurou por outras histórias e é isso que vou mostrar para vocês hoje! Aliás esse cara é o único autor que eu conheço que morreu e continua lançando livros novos!

Beowulf

alem_da_terra_média (4)

A tradução do “Beowulf” – poema épico anglo-saxão, escrito entre 700 e 750 d.C. -, por J.R.R. Tolkien, foi uma obra precoce, muito peculiar a seu modo, completada em 1926; mais tarde ele retornou a ela para fazer correções apressadas, mas parece jamais ter considerado sua publicação. Esta edição traz ainda Sellic Spell, um “conto maravilhoso”, uma história escrita por Tolkien que sugere quais poderiam ter sido a forma e o estilo de um conto folclórico sobre Beowulf em inglês antigo, em que não havia uma associação com as “lendas históricas” dos reinos setentrionais.

Árvore e Folha

alem_da_terra_média (6)

Este volume inclui o ensaio ‘Sobre contos de fadas‘ e o conto ‘Folha, de migalha‘. Em seu ensaio ‘Sobre contos de fadas’, Tolkien discute a natureza dos contos de fadas e da fantasia e resgata o gênero que alguns pretenderam relegar à literatura infantil. Isso é ilustrado de maneira hábil e refinada por Folha, de Migalha, conto que narra a história do artista, Migalha (Niggle), que ‘precisa fazer uma longa viagem, e é visto como uma alegoria à vida de Tolkien.

Ferreiro do Bosque Grande

Ferreiro de Bosque Grande

Esta história fascinante de um andarilho que encontra o caminho para o perigoso reino da Terra-Fada está sendo publicada pela primeira vez no Brasil. Esta edição inclui um manuscrito do rascunho original de Tolkien para a história, as ilustrações de Pauline Baynes, notas sobre a gênese, a cronologia e o final alternativo da história e um longo ensaio sobre a natureza da Terra-Fada, tudo inédito até agora. Estão contidas em Ferreiro de Bosque Grande muitas ligações interessantes com o mundo da Terra-média e também com os demais contos de Tolkien, e nesta “edição ampliada” o leitor finalmente descobrirá a história completa por trás dessa importante peça de ficção.

A História de Kullervo

Kullervo

Kullervo, filho de Kalervo, é talvez o mais sombrio e trágico de todos os personagens de J.R.R. Tolkien. O infeliz Kullervo, como Tolkien o chamou, é um desafortunado menino órfão com poderes sobrenaturais e um destino trágico. Criado na propriedade do sombrio mago Untamo, que matou seu pai, raptou sua mãe e tenta matá-lo três vezes ainda menino, Kullervo está sozinho exceto pelo amor de sua irmã gêmea Wanona, e protegido pelos poderes mágicos do cão negro Musti. Quando Kullervo é vendido como escravo, jura vingança contra o mago, mas aprenderá que, mesmo no momento da vingança, não há como escapar do mais cruel dos destinos.

A Queda de Arthur

alem_da_terra_média (2)

‘A queda de Artur’, única incursão de J. R. R. Tolkien nas lendas do Rei Artur, narra a expedição do personagem a longínquas terras selvagens, a fuga de Guinevere de Camelot, a grande batalha naval na volta de Artur à Grã-Bretanha, a descrição do traidor Mordred, as dúvidas que atormentavam Lancelot em seu castelo francês.

Roverandom 

alem_da_terra_média (5)

Em 1925, durante as férias, o pequeno Michael Tolkien perdeu, na praia, um cãozinho de brinquedo que ele adorava. Para consolá-lo, o pai, J. R. R. Tolkien, inventou uma história sobre um cachorro de verdade que é transformado em brinquedo por um mago e enviado por um ‘feiticeiro-da-areia’ à Lua e ao fundo do mar. Mais de 70 anos depois, as aventuras do cachorro Rover, também conhecido pelo nome de ‘Roverandom’, foram publicadas na Inglaterra.

Mestre Gil de Ham

alem_da_terra_média (7)

Esta história é ambientada no vale do Tâmisa, na Inglaterra, num passado distante, quando ainda existiam gigantes e dragões. Seu herói, Mestre Gil, é na realidade um fazendeiro totalmente desprovido de heroísmo, mas que, graças à boa sorte e à ajuda do cachorro Garm, da égua cinzenta e da espada mágica Caudimordax (ou Morde-cauda), amansa o dragão Chrysophylax e ganha enorme fortuna.

Sr. Bliss

alem_da_terra_média (8)

O Sr. Bliss é conhecido por seus chapéus extremamente altos e por seu animal de estimação – um giracoelho. Um dia ele toma a decisão estapafúrdia de comprar um automóvel. Mas sua primeira saída para visitar alguns amigos logo se transforma numa sucessão de desastres. J. R. R. Tolkien criou e ilustrou o livro sobre as aventuras do Sr. Bliss nos anos 1930.

Se interessou por algum? E você achando que Tolkien era só Terra Média hein?





Related Posts



24
ago
2016

5 Quadrinhos Brasileiros para Você Conhecer

Postado em | Cultura, HQ, Lista

Se você acha que é só a terra do Tio Sam que sabe fazer quadrinhos, pode começar a pesquisar mais pois o nosso Brasil tem se desenvolvido muito nessa área e mostrado muitos materiais tão bons quanto os internacionais. Vou te ajudar aqui e indicar alguns títulos que são muito legais. Porém existe muito mais material por ai que vale a pena ser lido. 

9 HORAS

5_quadrinhos_brasileiros (1)

Escrito pelo autor Magenta King, conta a história de um casal que durante uma viajem para Ásia encontra um demônio que leva os dois para diferentes realidades cheias de perigos e desafios que vão mudando a cada 9 horas. Como se fosse um vídeo game, o casal precisa em cada realidade destruir bichos bizarros e coletar troféus para que assim consigam chegar ao “Boss final”. Cheio de referências à cultura pop, esse quadrinho tem encantado muitos leitores.

Compre Aqui 

ASTRONOMI

5_quadrinhos_brasileiros (1)

Escrita e desenhada por  Vencys Lao e Welton Santos, é um quadrinho bem pequeno, mas que em poucas páginas consegue abordar assuntos como natureza e tecnologia, em uma aventura onde nada é o que parece ser. Apesar de causar um pouco de estranheza, isso ajuda a tornar aquele mundo ainda mais fascinante.

Compre aqui 

O REI AMARELO

5_quadrinhos_brasileiros (2)

 Essa coletânea de oito histórias de horror inspiradas pelo livro O Rei Amarelo de Robert W. Chambers, tem como autores Pedro Pedrada, Tiago P. Zanetic, LuCAS Chewie, Mauricio R. B. Campos, Péricles Ianuch, Airton Marinho, Marcos Caldas, Erik Avilez, André Freitas, Tiago Rech, Victor Freundt, Rafael Levi, Samuel Bono e Raphael Salimena. Esse eu indico para quem gosta do desconhecido e histórias perturbadoras, com muito medo, angústia, dor e desespero.

Compre Aqui

SÃO PAULO DOS MORTOS

5_quadrinhos_brasileiros (3)

Outra incrível coletâneas de Daniel Esteves, Al Stefano, Alex Rodrigues, Ibraim Roberson, Jozz, Laudo Ferreira, Omar Viñole, Samuel Bono, Wagner de Souza, Wanderson de Souza, que como o nome já sugere, tem como o tema os mortos-vivos. Ambientadas na cidade de São Paulo – o que pode causar aos paulistanos um pouco de aflição por terem locais conhecidos por todos – a história trás o elemento da política e o ambiente familiar.

Compra aqui

CARNAVAL DOS MEUS DEMÔNIOS

5_quadrinhos_brasileiros (4)

Escrito por Guilherme Petreca, essa história tem uns dos traços mais incríveis que eu já vi. Sem falas, a história é sobre demônios de quem não conseguimos fugir – sabe aqueles demônios internos? Então, eles mesmos. Utilizando de metáforas visuais, a HQ explora esse tema de uma forma muito interessante.

Compre aqui 

5_quadrinhos_brasileiros (5)

Existem muitos outros títulos que vocês podem pesquisar. É importante conhecermos e ajudarmos os nossos quadrinistas nacionais, pois a maior parte deles não possui contrato com editoras e vendem seus quadrinhos de forma independente! Sendo assim, procurem por eles nos próximos eventos de quadrinhos – como a CCXP que vem chegando e que possui o maior Hall de artistas da América Latina – para conhece-los e comprar sua edição autografada, pois tem muito material legal saindo por ai.

Se você já leu algum outro quadrinho nacional, me recomende ai nos comentários!





Related Posts