13
out
2017

Brasil Game Show #BGS10


Olá galerinha do Pausa Para Nerdices, aqui é a Clay e hoje eu vim falar um pouco da Brasil Game Show 2017, a maior feira de games que está acontecendo essa semana no Expo Center Norte. O PPN esteve na 10ª edição e conta tudo para você agora!

Estivemos presentes no primeiro dia de evento e logo de início fomos agraciados pela presença de Ed Boon e Hideo Kojima na cerimônia de abertura do evento e em seguida tivemos acesso aos dois pavilhões repleto de estandes. Conferimos em primeira mão as novidades da SONY e o seu VR. Do outro lado o stand do XBOX da Microsoft já vinha com força total e um simulador do Forza. Isso é só um pouquinho das coisas mais legais que estão por lá.

O ambiente está bem organizado com os corredores bem amplos, bem como os estandes também estão, então mesmo que o evento fique cheio, ainda assim creio que você terá um bom espaço para passear por lá. Por ser primeiro dia as filas para jogar estavam longe de serem longas, apesar de que jogos como FIFA 18, Marvel vs Capcom e COD World War II estavam bem disputados para serem testados.

Mas fora a área das grandes produtoras, gostaria de falar da presença forte das thirds que também traziam diversos freeplays para os jogadores. E vejo este como o principal ponto positivo da Brasil Game Show, podermos ter esse contato com as thirds e as produtoras independentes e assim conhece-las mais de perto, pois o potencial dessa galera é alto e é sempre bom ter novas ideias que possam alcançar o topo e melhorar o mundo dos games.

Tive a oportunidade de testar o simulador de corrida do Forza, e gente, o negócio é muito difícil, ele realmente o leva para dentro de um carro de corrida. O volante tem um peso considerável nas curvas, principalmente quando você tenta fazer o drifite, dá pra sentir como se as rodas estivessem travadas. Nem vou dizer que bati várias vezes e sai da pista muitas outras, mas a experiência vale muito a pena e você com certeza irá querer testar novamente só para ver se consegue domar aquele volante.

O VR da Sony por sua vez está com uma imersão muito mais profunda do que eu imaginava. Claro que a tecnologia ainda está no começo e engatinhando a passos um tanto quanto tímidos, mas fico imaginando como estará daqui uns 10, 20 anos. Talvez até antes mesmo desse tempo teremos coisas que hoje mal imaginamos, ou então com uma qualidade de jogo e qualidade gráfica que nos fará duvidar em que mundo estamos. Será que estou sendo muito otimista?

Queria falar também sobre a organização para o Meet & Greet Canon, que possibilita aos fãs que conseguirem entrar na fila, como também aqueles que não conseguem de poder ver o seu artista favorito a poucos metros de distância, com o palco em destaque e uma área ampla ao redor, todos podem ter um pouco desse gostinho mesmo que por um pequeno instante. Não pegamos a fila para ver o mestre Kojima de pertinho, mas olha a foto que conseguimos guardar de lembrança. Quando eu teria imaginado uma chance dessas, não é mesmo?!

A parte de alimentação está o de sempre, apesar de que desta vez não me pareceu tão variado assim, você encontra tanto lanches como pratos elaborados. Aliás, o lobby de imprensa estava bem organizado também, e confortável, o que por sinal é muito importante para quem tem de aguentar 5 dias de evento.

E como todo bom evento de games e outras coisinhas geeks, não poderia faltar as lojinhas e os cosplayers. Visitei algumas e encontrei muitos itens interessantes como apoiadores de livros estilizados, ursos de pelúcia zumbis customizados, camisetas, plaquinhas e muitos, mas muitos action figures e aquele game que você tá procurando, irá poder comprar em primeira mão por lá.

É isso pessoal, esse foi só um resumo de tudo que tem por lá na Brasil Game Show que vai até o dia 15/10. Então corre que ainda dá tempo de você conferir o evento.

Até mais.

Siga a Clay nas redes sociais

Blog: Sai da Minha Lente
Facebook: www.facebook.com/saidaminhalente
Instagram: @clayci







12
jul
2017

O incrível jogo sobre o folclore brasileiro

Postado em | Cultura, Curiosidade, Games

Você obviamente já ouviu falar de God of War, do Kratos, de Zeus, Atenas… Mas e de Kambaí? E do Naúru, Alamoa? Aposto que não! Acredite ou não eles pertencem ao folclore do Brasil, e foi pensando nisso que uma desenvolvedora de jogos decidiu criar um jogo ao melhor estilo God of War, só que em terrar tupiniquins.

Para você que ainda acha que o folclore brasileiro se resume ao Saci, a Cuca e a Iara, sinto lhe informar que você um pouco desatualizado. Mas não tem problema, a Unique Entretenimento Digital esta desenvolvendo o jogo “Guerreiros Folclóricos” que é justamente para contar e informar de forma mais dinâmica e interessante as histórias do folclore brasileiro que muitas vezes são subestimadas ou mesmo deixada de lado.

O game será rodado em 3D e em terceira pessoa. Ele também vai misturar elementos de hack’n’slash e RPG. A história será sobre um reino chamado Akakor, um mundo paralelo ao nosso. Nesse mundo O Saci é o governador e um belo dia ele decide exterminar e invadir o mundo dos mortais. Porém o protetor da Terra, Kambaí derrota o Saci o enviando para o Mundo das Lendas. 300 anos se passam desde então, então o rei de Akakor volta e decide dar continuidade ao seus palnos e invadir a terra dos humanos. Sendo assim Kambaí precisa adentrar no Mundo das Lendas para derrotar o Saci novamente.  Parece bom não?

Como se trata de um jogo indie, os produtores mantem uma página no facebook para arrecadar financiamentos para a finalização do jogo. Você pode acessar a página deles clicando AQUI

Da uma olhada nas artes dos personagens:

Kambaí

Curupira

Naúru

Boto

Matinta Perera

Saci

Cuca

Se você gostou das artes calma que tem um gameplay!

E ai, o que achou dessa ideia? Não seria bacana ter um jogo com as lendas do Brasil? Coloca ai nos comentários sua opinião!







11
jul
2017

Anime Friends 2017


Por Lívia Jurkowitsch

Final de semana passado tivemos mais um edição do familiar Anime Friends, e se você não foi por que acho que ia ser a mesma coisa, pode ficar chateado! Esse foi um dos eventos mai legais da Yamato já fez!

Todo mundo já conhece o esquema do Anime Friends! Mas esse ano muitas coisas mudaram, como por exemplo e uma das mudanças mais importantes, o espaço! Fazia alguns anos que o A.F era no campo de marte, o que pra um lado era muito bom, mas por outro ela muito ruim. O lado bom era que o evento era em um espaço gigantesco, porém isso incluía muito vento, e pouco espaço coberto, que para os friorentos e cosplayers é meio ruim. Esse ano o evento foi no Trasamerica Expo Center. Um lugar bem lega, coberto, com ar condicionados funcionando!

O segundo ponto positivo foram as atrações! Tivemos dois shows do Asian Kung Fu Generation. A presença da cosplayer internacional Reika (<3 como eu amo essa mulher). O dublador Guilherme Briggs, a banda Do As Infinity também marcou presença em um show muito legal!

Teve também o clássico WSC, a competição de cosplay que dá uma vaga ao torneio internacional! A banda coreana BLANC7 deixou as meninas doidas! E a banda Marcial de Cubatão fez um show incrível!

Os cosplay estavam incríveis! Eu fui de cosplay todos os dias, se você não conhece meu trabalho me segue nas redes sociais, Instagram e Facebook! (Olha que bonito, propaganda da menina! kkkk )

Resumindo, esse ano o Anime Friends se superou! Tanto na apresentação como nas atrações! Apesar de ainda estar um pouco carinho, esse ano valeu bem mais apena! Se continuar assim o evento só tende a crescer!