Escolhidos para você

O fascínio de Audrey Lee Young pela Disney começou como a maioria das crianças. Ela cresceu assistindo aos filmes clássicos de animação, junto aos personagens memoráveis e suas histórias inspiradoras. Anos depois, esse carinho se transformou em uma obsessão que a inspirou a fundar uma comunidade DisneyBound e a visitar os parques temáticos regularmente. Para quem não sabe, Disneybound é um termo usado entre fãs que significa se vestir conforme algum personagem da Disney, se inspirando, por exemplo, nas suas cores, estilo ou origem. Com o passar dos anos, essa comunidade da Audrey cresceu e se transformou num grupo de mulheres decididas a mudar a maneira como vemos as princesas da Disney. Assim, as AfricanPRINTcesses nasceram.

O grupo é formado por 14 mulheres, cada uma representando uma princesa. A diferença para qualquer outro Disneybound é que Audrey e suas amigas são afrodescendentes e resolveram trazer a África para os contos de fadas – por isso o nome AfricanPRINTcesses, uma brincadeira com as palavras “estampa” (print) e “princesas” (princesses). Ou seja, elas se vestiriam como as Princesas Disney, porém com estampas africanas.

“Eu tive a ideia porque nosso grupo ficou sem personagens da Disney para retratar mulheres negras. Então, eu pensei ‘bem, se não houver mais garotas negras da Disney, vamos fazer as garotas da Disney serem negras’.” – Audrey Lee Young

Audrey começou a pensar no projeto a partir de 2017, mas contratempos impediram que o mesmo se tornasse realidade. Olhando para trás, ela acha que isso pode ter sido o destino agindo, pois com o tempo ela teve a chance de conhecer tantas outras mulheres negras na comunidade DisneyBound. Então, em 2020, finalmente o grupo se reuniu, escolheu suas princesas, vestiu roupas com estampas e tecidos africanos tradicionais e decidiu planejar a grande revelação em torno do Mês da História Negra, celebrado em fevereiro, porque, segundo ela, “isso causaria um impacto maior e mostraria realmente o ponto da ideia“.

Junto com a fotógrafa Madeline Barr, o grupo fez sua grande estreia no mês passado em um passeio pela Disneyland California, encantando membros do elenco e visitantes. Inclusive chamou a atenção do Mickey Mouse, Pato Donald e Tico e Teco. As pessoas as paravam para pedir fotos:

“Em certo momento, tivemos que sair da Main Street porque havia muitas pessoas olhando e querendo fotos. Durante todo o dia, recebemos elogios do quão bonitas e majestosas estávamos.” – Audrey Lee Young

Assim como as Princesas Disney são inspirações para crianças e adultos, com certeza a Audrey e suas amigas “PRINTcesses” se tornaram exemplos para jovens meninas negras que, infelizmente, ainda carecem de representatividade dentro da Disney.

“Para todas as meninas por aí que ainda não vêem a representação que merecem ou que ainda dizem que sua pele negra e cabelos crespos são indesejáveis, saibam que vocês são lindas princesas. O padrão de beleza é VOCÊ! Você pode ser uma sereia, você pode ser uma chefe, pode ser uma guerreira, pode ser uma aventureira. Sonhe alto e sonhe grande!” – Audrey Lee Young