Escolhidos para você

Ontem ocorreu o The Game Awards 2019, o evento que premia os melhores dos melhores no mundo dos games. Pode ser dizer que é o Oscar dos video games. E a premiação dura pouco mais de 3 horas, com uma programação praticamente ininterrupta de anúncios de vencedores nas mais diversas categorias.

Entretanto, uma das coisas que mais se espera no TGA são os anúncios e World Premieres. Mas este ano tive uma leve impressão de que os mesmos foram um pouco abaixo do esperado. Não que o que foi mostrado não tenha relevância, mas pela própria reação do público, parece não terem sido tão surpreendentes.

Tivemos alguns momentos marcantes e interessantes durante o evento, bem como a grandiosa participação de alguns expoentes do setor e da orquestra sinfônica que apresenta tema dos principais concorrentes aos prêmios.

Mas vamos logo à lista dos vencedores. Segue abaixo comigo.

Game of the Year (GOTY) – Sekiro

  • Sekiro: Shadows Die Twice(From Software/Activision)

Melhor Direção de Jogo – Death Stranding (Kojima)

  • Death Stranding (Kojima Productions/SIE)

Melhor Narrativa – Disco Elysium

  • Disco Elysium (ZA/UM)

Melhor Direção de Arte – Control

  • Control (Remedy/505)

Melhor Trilha Sonora/Música – Death Stranding

  • Death Stranding (Kojima Productions/SIE)

Melhor Design de Áudio – Call of Duty: Modern Warfare

  • Call of Duty: Modern Warfare (Infinity Ward/Activision)

Melhor Atuação – Mads Mikkelsen como Cliff (Death Stranding)

  • Mads Mikkelsen como Cliff, Death Stranding

Jogos de Impacto (mensagens sociais legais ou impactantes) – Gris

  • Gris(Nomada Studio/Devolver)

Melhor Jogo Contínuo (jogos de serviço) – Fortnite

  • Fortnite (Epic Games)

Melhor Jogo de Ação – Devil May Cry 5

  • Devil May Cry 5(Capcom/Capcom)

Melhor Jogo de Ação e Aventura – Sekiro: Shadows Die Twice

  • Sekiro: Shadows Die Twice(From Software/Activision)

Melhor Jogo de RPG – Disco Elysium

  • Disco Elysium(ZA/UM)

Melhor Jogo de Luta – Super Smash Bros. Ultimate

  • Super Smash Bros. Ultimate(Bandai Namco/Sora/Nintendo)

Melhor Jogo para família – Luigi’s Mansion 3

  • Luigi’s Mansion 3(Next Level Games/Nintendo)

Melhor Jogo de Estratégia – Fire Emblem: Three Houses

  • Fire Emblem: Three Houses(Intelligent Systems/Koei Tecmo/Nintendo)

Melhor Jogo de Esportes/Corrida – Crash Team Racing Nitro-Fueled

  • Crash Team Racing Nitro-Fueled(Beenox/Activision)

Melhor Jogo Multiplayer – Apex Legends

  • Apex Legends(Respawn/EA)

Melhor Jogo Indie com estúdio estreante (primeiro jogo do estúdio) – Disco Elysium

  • ZA/UM por Disco Elysium

Melhor Jogo Indie – Disco Elysium

  • Disco Elysium(ZA/UM)

Melhor Jogo Mobile – Call of Duty: Mobile

  • Call of Duty: Mobile(TiMi Studios/Activision)

Melhor Suporte para Comunidade – Destiny

  • Destiny 2(Bungie)

Melhor Jogo VR/AR – Beat Saber

  • Beat Saber(Beat Games)

Melhor Jogo de Esports – League of Legends

  • League of Legends (Riot Games)

Melhor Jogador de Esports – Bugha

  • Bugha (Fortnite)

Melhor Time de Esports – G2

  • G2 Esports (League of Legends)

Melhor Evento de Esports – League of Legends World Championship 2019

  • League of Legends World Championship 2019

Melhor Técnico de Esports – Zonic

  • Zonic (Astralis – CS:GO)

Melhor Host de Esports – Sjokz

  • Sjokz

Criador de Conteúdo do Ano – Shroud

  • Shroud

 

Surpreendentemente, quem levou o GOTY 2019 foi Sekiro. Um jogo que nem sequer estava sendo cotado pelos críticos e que também levou o prêmio de melhor game de ação/aventura. Entretanto, nem Desth Stranding que levou melhor direção e melhor trilha sonora conseguiu se sobressair ao final, nem Smash Bros. Ultimate como o melhor JOGO DE LUTA também conseguiu desbancar o posto de Sekiro.

Mas gostaria de chamar a atenção para Gris, que levou o prêmio de melhor jogo de impacto. De fato, quando este jogo foi lançado, fiquei realmente impactado pelos gráficos, pela arte e cuidado ao produzi-lo e acima de tudo pelo seu conteúdo e história. Com uma atmosfera melancólica e intrigante, nos sentimos dentro da pele e emoções da protagonista, que tenta superar seus traumas. O que esse game tem de muito diferente das nossas vidas, não é?

O outro game foi Disco Elysium. É um jogo escrito e projetado pelo romancista estoniano Robert Kurvitz e já foi criticado como um dos melhores games de RPG já elaborados até então. E teve Helen Hindpere como escritora dos diálogos dos personagens e enredo da história, a qual também recebeu os prêmios no palco, junto de seus colegas de trabalho.

Agora, é aguardar o que 2020 nos reserva no mundo dos games para o próximo The Game Awards.