Escolhidos para você

Finalmente o tão aguardado dia do lançamento de The Legend of Zelda – Link’s Awakening para Nintendo Switch chegou. Hoje, 20 de setembro, é o dia do lançamento oficial par ao remake do jogo homônimo de Gabme Boy e que também teve uma versão DX para Game Boy Color na década de 90.

Portanto, The Legend of Zelda – Link’s Awakening teve duas remasterizações. Na primeiro o game ganhou cores, uma nova dungeon e foi lançado no GBC. Enquanto que na segunda, para Switch, foi totalmente repaginado, mas manteve a mesma história e desafios. Vejamos a seguir.

Principais mudanças

The Legend of Zelda – Link’s Awakening para Nintendo Switch está totalmente em 3D. Além disso, suas cores e contraste estão maravilhosas, pois conseguem tanto deixar o ambiente vivo ou então assustador e misterioso. A aparência dos gráficos lembra o de uma maquete ou então aqueles cenários de Playmobil, como se fossem bonequinhos. Devo dizer que isso deu uma ar todo especial e carismático a um jogo que por si só já era assim.

Por outro lado, a história, as dungeons e desafios se mantiveram iguais. Mas ainda assim, deram um jeito de inserir novos elementos na gameplay. Um deles é o Chamber Dungeon. Nele você deve ajudar o coveiro Dampé a construir uma dungeon, mas para isso é necessário obter peças de dungeon. Lembra muito um quebra-cabeça.

Antigamente, para usar os itens era preciso ficar trocando-os nos botões. Agora, a espada e o escudo permanecem equipados o tempo todo, assim como pegasus boots e o power bracelet. Mas os demais itens continuam intercambiáveis.

Influência de Breath of The Wild

Parece que algumas coisas de Breath of The Wild, outro game da série, foram utilizadas aqui. Porque agora é possível marcar pins no mapa, bem como rever os principais diálogos numa lista. Fora que as principais áreas ficam com seus nomes bem evidentes na imagem do mapa. Inclusive, ao jogar, você irá notar que as bordas das áreas onde você está ficam com efeito de fade, remetendo à ideia de um sonho.

Outro ponto interessante é que temos o amiibo deste Link. Ele permitirá trazer o Shadow Link para sua Chamber Dungeon, aumentando o desafio da gameplay. Mas como se não bastasse um amiibo, você poderá utilizar outros para liberar algumas chambers. São eles: os amiibos do Link na versão Smash Bros. (original), Young Link e Skyward Sword, Zelda (BOTW) e Bokoblin.

No mais, The Legend of Zelda – Link’s Awakening continua maravilhoso e com sua essência. A mágica de sua época está presente nesta versão e para quem não jogou, será uma linda experiência.