Escolhidos para você

Poderosa demais! A Disney quebrou o próprio recorde faturando mais do que qualquer outro estúdio em apenas 7 meses em 2019. Segundo dados do Box Office, os filmes da empresa renderam US$7,67 bilhões até agora desde janeiro. Anteriormente, o recorde era deles próprios, quando faturaram US$7,61 bilhões em 2016.

Walt Disney Studios GIF - Find & Share on GIPHY

Os culpados por este feito são os filmes Aladdin (lançado em maio), Capitã Marvel (lançado em março), Vingadores: Ultimato (lançado em abril) e O Rei Leão (lançado em julho). Todos estes ultrapassaram US$1 bilhão em bilheteria. O último longa dos Vingadores leva o grande destaque, pois também se tornou a maior bilheteria da história do cinema, faturando sozinho mais de U$S2,8 bilhões. O live action de O Rei Leão também é promissor, pois em apenas 2 semanas desde o seu lançamento já está entre as maiores bilheterias do ano. Homem-Aranha: Longe de Casa também poderia entrar na lista, mas apesar de fazer parte do Universo Cinematográfico da Marvel (que pertence a Disney), não entra na contagem, pois a Sony Pictures detém os direitos do personagem.

As boa$ notícia$ não devem parar por este ano para o Mickey. Em outubro, novembro e dezembro, respectivamente, serão lançados Malévola: A Dona do Mal, Frozen 2 e Star Wars: A Ascensão Skywalker, títulos muito aguardados pelos fãs que também prometem render bons frutos. Entretanto, o mesmo não pode-se dizer sobre 2020, que sofrerá uma redução no número de lançamentos no cinema por parte do estúdio. Para o ano que vem, o foco estará centrado no serviço de streaming Disney+. Os executivos da Walt Disney Studios reservaram várias novidades e conteúdos exclusivos para a plataforma, indicando uma grande mudança de rumo.

Em 2020, pode até ser que não faturem tanto nos cinemas, mas a estimativa dos acionistas é encerrar o ano com 12 milhões assinantes na Disney+ só nos Estados Unidos. No Brasil, a previsão de lançamento da Disney+ é para o segundo semestre de 2020.