Escolhidos para você

É com grande pesar no coração que venho hoje falar de Cemitério Maldito, mas antes vamos contextualizar né!

O filme foi inspirado na obra de Stephen King (Rei do Horror, como o nome dele já sugere) O Cemitério, que conta a história de uma família que se muda para um local próximo a um cemitério de animais, com poderes sobrenaturais. O livro foi lançado em 1983, e em 1989 tivemos a primeira adaptação pro cinema.

Claramente se você assistir o filme de 1989 hoje, ele não será tão assustador quando deve ter sido na época. Porém quando o reboot de 2019 consegue ser menos assustador ainda, isso é um problema. O novo filme foi lançado com um ótimo elenco  Jason Clarke, Amy Seimetz, John Lithgow e o gato, que é uma estrela a parte! A Atuação dos atores foi realmente impecável. Stephen inclusive gostou de algumas alteração na história (que não vou mencionar por conta de spoilers) mas o que me deixou mais incomodada foi o fato do filme não te deixar sequer apreensivo. Nem mesmo a trilha sonora tão forte em filmes de terror se fez presente nesse filme.

A filme é lento, demora para se desenvolver, e falhou na maior premissa de um filme de terror, não da medo algum. Percebi pessoas mais rindo do que se assustando no cinema e isso me deixou muito chateada, pois eu esperava mais de uma adaptação da obra do King. Sabemos que  Stephen lida com o horror de uma forma diferente, ele não se baseia em jump scares ou cenas muito chocantes, ele trabalha todo o psicológico da pessoa e por isso suas obras são tão respeitadas. Apesar de usar do sobrenatural, acho que o maior ponto de horror das suas obras são coisas muito mais próximas de nós, as pessoas. Jason Clark acho que foi o ator que mais passou esse sentimento, pois podemos acompanhar bem de perto a alteração de sanidade dele ao longo do filme.

Mas quando eu vou ao cinema eu quero pelo menos ficar um pouco tensa vendo o filme, e isso não aconteceu. O filme de 89 pelo menos brinca um pouco com jump scares, na medida certa, para te deixar pelo menos apreensivo. Então para quem quer ver o filme, eu recomento que vejam o antigo primeiro.

Agora quero só fazer uma pausa para vocês verem que o gato por si só já é uma estrela, fiquem com essa foto dele na premier do filme.