Escolhidos para você

Quem me acompanha no insta viu que fui no fim de semana assistir Mulher-Maravilha (quem não acompanha, demorou, né? Mas clica aqui pra ir la no meu insta e começar a seguir!). Agora vou contar para vocês o que eu achei do longa da mais famosa heroína da DC! Será que ele é bom mesmo?

Expectativa: era um meio termo bem tenso! Ao mesmo tempo que eu estava querendo muito que esse filme fosse bom pra caramba, a gente vinha de uma onde meio decepcionante da DC… Então eu acreditava que o filme seria bom, mas tinha lá meu pezinho atrás.

Realidade: que filmão da porra! Sério, vai ser difícil encontrar alguém que fale mal de Mulher-Maravilha. É o melhor filme da DC dos cinema atual sem sombra de dúvida nenhuma!

Se você estava preso numa redoma e não faz ideia do que o filme trata, essa é a sinopse: Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

Houve um respeito muito grande com a mitologia da personagem e eu achei que a Diana foi retratada exatamente como deveria. Ela tem um misto de força com inocência que torna impossível para o espectador não se encantar de cara com ela. O longa mostra a princesa das Amazonas se descobrindo do início ao fim e isso é legal porque as surpresas nunca acabam. E conforme ela vai entendendo o mundo e se conhecendo, a gente também vai curtindo essa jornada com ela e se apagando mais e mais.

A DC usou uma formula mais leve que em seus filmes anteriores, com piadas e momentos cômicos bem encaixados, cores mais vivas e cenários deslumbrantes. Fora que a trilha sonora também é boa e você vai sair do cinema cantarolando a música tema da Mulher-Maravilha.

O longa tem alguns momentos clichês, mas até esses momentos parecem se encaixar perfeitamente e viram mais um elogio do que uma crítica. Se você lembrar da época em que o longa se passa e que a nossa heroína nunca viu nada fora da sua ilha, tudo vai fazer muito sentido!

Em resumo, a Mulher-Maravilha simboliza sim todo o poder feminino…. Mas o interessante é que ela não se importa com isso. Ela age naturalmente como se o machismo não existisse (já que para ela não existe mesmo) e só se importa em cumprir sua missão, nem que tenha que correr por um campo cheio de fuzileiros portando só um escudo e um laço.

Pode ir ao cinema esperando cenas épicas e muita diversão! E agradeça a DC por finalmente ter acertado a mão! 9 escudinhos de 10 possíveis!

Alguém mais já assistiu? Foi tudo aquilo que vocês esperavam?

  1. […] filme aqui no blog e se você ainda não foi conferir nossa heroína nas telonas, pode ler a crítica sobre o filme que rolou por aqui porque não demos nenhum spoiler. Esse é o primeiro filme da mais importante […]