Escolhidos para você

A Mulher Maravilha foi criada em 1941 e de lá para cá o seu uniforme sofreu diversas alterações! Até chegarmos no ano de 2016, que foi a última aparição dela no cinema, essa mulher já vestiu de tudo: saia, calça, shorts, colã é muito mais! Confiram o guarda-roupa da amazona mais bad ass dos quadrinhos:

download

1941 – 1949

1

O primeiro uniforme da Diana foi bem simples! Com um shorts largos e essas botas com listras, até 1949 o uniforme não sofreu grandes alterações, só o shorts que ficou mais bonito, apesar de continuar com a cintura alta.

1959-1972 

2

Em 1959 ela começou a usar saltos em 1969 ela conseguiu o look que a gente conhece hoje. Em 1972 o cabelo passou de encaracolado para ondulado, e o símbolo da sua roupa mudou um pouco.

1974-1977

3

O primeiro filme da Mulher Maravilha contou com uma Diana loira – a primeira e a única na história da personagem – e parece que não agradou muito aos fãs! Fora que o uniforme também em nada lembrava a personagem das HQs. Então nos outros anos, ela voltou a ter o look clássico sem grandes alterações, apenas pequenos detalhes. 

1982-1994

4

Em 1987 Diana adotou mudou o estilo do cabelo e assim se manteve até 1994. No uniforme mesmo, nada drástico!

1995-1998

5

Em 1995 a amazona teve seu look completamente alterado, inclusive nas cores, o que não deve ter agradado muito ao público, já que no mesmo ano ela já mudou de novo, com algo mais parecido com o uniforme tradicional. Em 1998 o cabelo clássico voltou.

2006-2011

6

Daqui para frente as coisas só ficam legais! Em 2010 Diana vestiu um uniforme muito diferente e em 2011 as cores mudaram também! Mas dessa vez, o público aceitou bem!

2015-2016

7

O uniforme de 2015 dicou super está liso e então tivemos a obra prima de 2016, com a roupa da Gal Gadot!

Qual foi o seu favorito? O que você ainda quer ver a Mulher Maravilha usando? Coloca ai nos comentários. 

  1. Katia 30/12/2016

    A de 2016 é a melhor.

  2. Leandro "Conde" Lanzillotta respondeu Katia 19/01/2017

    Eu sou mais tradicionalista, prefiroos clássicos! Mas não dava pra reproduzir igualzinho no cinema né Katia?