Escolhidos para você

Bússola de Ouro foi um filme que infelizmente não vingou nos cinemas. Tenho que admitir que ele não funcionou muito bem mesmo como adaptação do livro homônimo, mas na época, foi o suficiente para despertar em mim o interesse pela história.

Bussola-de-Ouro-Série1

Quando descobri que o longa era baseado em um livro e que esse livro era apenas o primeiro de uma trilogia, tratei de comprar e ler todos eles e ai sim eu percebi o potencial que tinha sido desperdiçado! A história era muito legal e infelizmente não tinha sido bem aproveitada para o cinema.

Bussola-de-Ouro-Série2

Então, imaginem a felicidade de alguém que realmente gostou da saga em ver a notícia de que Bússola de Ouro vai ganhar uma nova chance! A BBC (segundo lugar no meu coração depois da Netflix) está produzindo uma minissérie com oito episódios baseada nos livros de Philip Pullman.

Bussola-de-Ouro-Série3

A produção será feita em cima das 3 obras, mostrando toda a trajetória de Lyra Belacqua e seu daemon Pan, começando em “A Bússola de Ouro”, passando por “A Faca Sutil” e terminando em “Luneta Âmbar”. Contando com aventuras, perigos e viagens a universos paralelos, potencial é o que não falta na saga “Fronteiras do Universo”.

Bussola-de-Ouro-Série4

Fiquei extremamente feliz com a notícia, tenho muito carinho pela saga e espero do fundo do coração que ela seja melhor explorada na série, mostrando tudo o que a história tem a oferecer. Se for bem feito, será um sucesso absoluto!

Mais alguém leu as “Fronteiras do Universo”? O que esperar dessa série?

  1. Bárbara 06/11/2015

    Caramba, que ótima noticia!! Faz um tempo que já li os livros e adorei

  2. Leandro "Conde" Lanzillotta respondeu Bárbara 06/11/2015

    Vc é das minhas, Bárbara!! Tomara que a adaptação seja melhor que o filme, né??

  3. Alê Fontenele 06/11/2015

    Eu amo a trilogia as “Fronteiras do Universo”!!! Tenho os três livros e já os li umas 5 vezes e fiquei extremamente triste e decepcionada com o filme. Infelizmente, o estúdio (New Line Cinema) e o diretor (Chris Weitz) infantilizou a trilogia de uma forma que fosse vendida como as outras obras infanto-juvenis que fizeram sucesso em Hollywood (vulgo As crõnicas de nárnia, Crepúsculo, Percy Jackson e outros – obs.: não tenho nada contra esses filmes e/ou livros, inclusive gosto muito de alguns). A obra criado pelo Phillip Pullman é fantástica e inovadora, pois mostra a rivalidade entre a religião e a ciência, tendo como protagonista duas crianças em plena fase de desenvolvimento psicossocial e sexual, além disso, ele levanta questões de gênero e demonstra um empoderamento infantil. Enfim, é uma obra que necessita de uma certa analise para a sua total compreensão.

    Levando tudo isso em consideração, não estou muito esperançosa com essa nova adaptação. Não acredito que eles consigam criar uma mini-série adequada, e englobando os aspectos importantes, em apenas 8 episódios. Espero estar enganada, mas, caso isso ocorra, será outra triste representação de algo tão bom e magnifico.

    Obs.: Se, por acaso, acabei falando algo que vocês não concordam ou acham errado me desculpem, mas, está é a minha opinião baseado em que eu li e estudei. =D

  4. Leandro "Conde" Lanzillotta respondeu Alê Fontenele 07/11/2015

    Alê, sua análise está mais do que perfeita!
    Concordo, 8 episódios é pouco, deveria ser uma temporada por livro!
    Mas devido ao fracasso no cinema, não tenho certeza se alguém compraria um pacote fechado maior do que isso!

    É pouco pra fazer um trabalho perfeito? É sim, mas convenhamos que nenhuma adaptação fica perfeita, principalmente para nós, leitores extremamente exigentes! Mas 8 eps não da pra fazer um trabalho legal que possa nos deixar satisfeitos? Estou torcendo muito para que de sim! xD

    Beijos e obrigado pela visita e pelo super comentário!!

  5. Alexandre Mangoni 08/11/2015

    Eu amo a trilogia, tenho todos os livros e li antes de lançarem o filme.
    O filme por sinal não foi bem visto pela mídia e não foi bem divulgado.
    e Mesmo que fosse bem divulgado, a história no filme diverge do que o livro traz, espero que a série seja mais fiel e faça sucesso, pois o livro é super bom.
    E que consigam compilar tudo nesses poucos episódios, e meu sonho ter um daemon rs

  6. Leandro "Conde" Lanzillotta respondeu Alexandre Mangoni 10/11/2015

    Alexandre, eu quando ia lendo ia imaginando como seria o meu daemon…. auhauhauhauh
    Tomara mesmo que façam jus a obra!

  7. […] um tempão (foi lá em 2015) que eu falei nesse post aqui que a saga “Fronteiras do Universo” – cujo primeiro volume é A Bússola de Ouro – […]